domingo, outubro 11, 2009

Por Ali Adentro. A. Valsar.


Gosto das cores.
Dos amarelos. Dos encarnados.
Gosto dos tons.
Do céu. De noite. De dia.
Gosto da magia de um por do sol de Outono.
Daqueles com uma leve brisa, que nem é quente e nem é frio.
E ficasse assim. Encostados a uma árvore.
A sentir toda aquela melodia. Sinfonia.
Todos aqueles pormenores verdadeiramente comoventes.
Gosto de tocar nas árvores. De sentir cada veia.
Cada ramo. Cada gota de orvalho.
E deslizar a minha mão pela Natureza a fora.
E depois. Depois perder os sentidos por ali adentro.
E depois vem a folha. A descer por ali a fora.
E dança ao som do ‘pregão’ do vendedor de castanhas.
Que é rural e urbano.
E tudo ao mesmo tempo.
E aquela árvore no fim da rua.
Com dois ramos abertos.
Como um maestro. Da enorme orquestra.
É saxofone amarelo. É clarinete castanho. É trompete vermelha.
E lá vem ela a dançar. Melodiosamente. A valsar.
E chega ao chão já no Tango.
Suspensa no ar.
Como um espelho de alma. Despida. Nua.
Resgatada. Crua. Por tudo aquilo.
É o Outono a cantar. Elegante. Único. Sublime.
Estranhos pormenores.
Que nos atraem. Que nos premiam. Seduzem. Por ali abaixo.
Por inteiro.
Neste Outono.
Cheira a terra molhada.
Vai sonhando Amor. Que eu também vou.

6 comentários:

mfc disse...

A narrativa, a alegoria... e o sonho!

PS - A foto está fantástica.

winkle disse...

O Outono.. o cheiro a terra molhada.. o ficar a vaguear por blogs que são a verdadeira arte...

A foto.. toda a envolvente.. gosto!

olharesdever disse...

OUTONO...
A MINHA ESTAÇÃO...
;)

Arnaldo Macedo disse...

Outono estou a ficar careca... Mas continuo a navegar no meu barco de sonhos... Gosto das letras que soltas..

Cláudia disse...

Neste Outono também me cheira a terra molhada. E adoro.

Mas tem-me custado sonhar...
***

A Teoria do Kaos disse...

Gosto deste blog, vou cá voltar.

Já agora, se gostares de animais dá um pulinho em:
http://animaisemportugal.blogspot.com

Cumprimentos,