segunda-feira, março 26, 2007

Caso estejam num local público, avisem a população que vão gritar, estas linhas meus amigos são para ser(em) lidas e sentidas aos berros! Gracias!



Caí no erro de querer grades.
Jaula.
De querer um qualquer querer.
Como pode ser isso…
Se o que eu quero é não querer?
Se o que eu quero são todas as vontades não especificadas.
Mas, profundamente sentidas.

Caí no erro de querer grades.
Jaula.
De abafarem-me as garras.
De calarem-me o grunhido.
Como borracha.
Grande borracha para apagar o anormal.

Caí no erro de querer grades.
Jaula.
De achar que era pedra.
Sem lima.
Nem isso, nem a outra coisa que parecia.
Parecia tudo e no fim não foi nada.
Nem doce, nem acido.
Tal vinho amargo.

Caí no erro de querer grades.
Jaula.
Já nem ouvia o fado da selva.
Da minha selva.
E que fado esse sem guitarras.
Sem xailes bordados.
É só fado cantado de garganta.
Cantado de garganta e sentido do esófago.
Com raiva.

Não é de lá que canto.
Nem daqui que escrevo.
Isto hoje é para mim.
Esta selva hoje é minha.
E desta minha selva, apenas vos digo que…

(isto agora é mesmo em altos decibéis)


É esta fome de saborear o ‘não domado’,

que faz de mim ainda nativa.

-

-

-

.

Ahhhhhhh caraças, soube mesmo bem gritar contigo!

9 comentários:

Luis Eme disse...

Deste-me cabo dos ouvidos...

Maldita Selva!

.*.Magia.*. disse...

É isso que me faz estar aqui AGORA, JÁ, NESTE INSTANTE...

...

as velas ardem ate ao fim disse...

Se calhar é o que preciso..

Não me aguento, estou demasiado cansada de tudo...de mim...

bjinho

Branca disse...

Belo grito!
Soube mesmo bem participar nele...
Não é o não domado que nos alimenta a todos?
Longe de mim perder essa liberdade, ainda bem que me ajudaste a lembrar que volta e meia precisamos de gritar connosco mesmos...
E agora vou gritar para outros lados!

Ah, quanto ao nº 7, também não sei de onde isso vem, teria que procurar o rasto do desafio até ao seu início... e não me parece!

Beijinhos! Boa Semana

Carracinha linda! disse...

Às vezes faz bem gritar. Para alguém ou mesmo sozinhos. Deitar para fora o que nos consome por dentro.

O pior é quando já nem sequer um som sai...

EMN disse...

É de um grito bem dado que estou a precisar. Deste-me uma ideia....

Obrigado!

emn***

£oµ¢o Ðe £Î§ßoa disse...

Que estranha pessoa esta que sem saberes vais alimentando a minha loucura.
Que estranha pessoa esta que sem saberes vais alimentando a minha fome.
Que estranha pessoa esta que sem saberes vais alimentando a minha ansia.
Que estranha pessoa esta que sem saberes vais alimentando a minha vontade.
Que estranha pessoa esta...

APC disse...

MAS É QUE É MESMO, PÔRRA!!!

Estranha pessoa esta disse...

........