terça-feira, agosto 28, 2007

Crime

Ele:
Mostra-me o lado homicida que há em ti.
MATA-ME !!
Arma?
A tua língua.
Veneno ?
Saliva.
ASSASSINA !
....
Ela:
É que nem te atrevas a chamar a policia.
A tua boca vai estar tapada.
Os ouvidos surdos.
As mãos ocupadas.
MORRESTE !
....
Nota do juíz:
Homicídio sem testemunhas.
Ressurreição sem hora marcada.
Julgamento sem advogados.
Réu em liberdade !

9 comentários:

Silvia Madureira disse...

Oi:

Uma morte destas qualquer um queria. Mas, com muito amor. É preciso matar com amor porque senão não morremos como deve ser e andamos feitas almas penadas após a tentativa. Temos que matar com carinho mas com a força que brota do amor. A imagem é sensual e muito directa...é deveras atractiva.

Um abraço

Brain disse...

Réu em liberdade ?!?!?!?
Hummmm.....
Não acredito que o consiga ficar!

Beijo.

as velas ardem ate ao fim disse...

Morri..espero que sim.Sinceramente não ando ca a fazer nada.

Dsc qualquer coisa.

Carracinha linda! disse...

Amar não é crime. Crime é não demonstrar o quanto se ama alguém.

E como disse a Sílvia, mortes assim todos a querem!

Beijinhos

Miudaaa disse...

Ressurreição sem hora marcada. Quando menos se espera acontecerá!!!
Boa!!!
Abraço da miudaaa para Ele e para Ela.

O Profeta disse...

Olá estranha...serás...?

Doce beijo

mariazinha disse...

AMOR
A MORTE
AMAR

;)*

Ela disse...

"Réu em liberdade !"


Gosto de cometer crimes.

Gosto de pecar.


Em liberdade.

Sempre.



________________


Um beijo grande

Miriette Le Fay disse...

um homícidio, um actos cruel e sangrento, transformado no prazer que é fazer o mal e o macabro de dois amores (o assassino e a vítima) que misturaram os seus papéis !!! encantador