quinta-feira, agosto 02, 2007

Setembro

Ela esfregava as mãos.
As palmas estavam húmidas.
Rugosas de saudades.
Os dedos ansiavam uma qualquer coisa nunca esquecida.
E ele acordado.
Nervoso. E subia a calçada.
E corria.
Corria.
E lá no fundo a chuva.
Chovia.
Gotas grossas.
Molhadas. Húmidas. Transparentes.
Lembradas.
E ela abriu os braços.
E os olhos.
Ai os olhos.
A retina no diâmetro.
Naquele diâmetro que só os amantes sabem medir.
Não há compassos.
Réguas. Medições.
Tensões.
E o existe, passou ao sentir.
E o sentir a eles.
A nós.
Estão a sentir?
Sintam.
Sintam cada gota dessa chuva.
E escorre pela testa.
E passa no sobrolho.
Esfrega o nariz.
Esfrega. Esfrega.
Testa.
Pálpebra.
Esfrega.
Bochecha.
Lábios grossos. Beijou.
Beijo-te, disse ele.
E ela chorou.
Como só as árvores do Outono sabem chorar.
Com dourados e veias.
E corre o sangue. E encosta o peito.
E senti.
Senti o bater.
Bateu.
Cabelo enrolado.
Língua que satisfaz.
Foi em Setembro.
Um dia disseste-me que todos os negócios que fizeres comigo passam pelo coração.
Não estou a leilão.
A minha base de licitação?
É a tua.
Beija-me.
È o fim do verão.
As folhas começam a cair.
Eleva-me.
É Setembro!

Estou a suar!


Suei!

25 comentários:

Carracinha linda! disse...

Dá para ver que a revisão te fez muito bem! Foi um regresso em grande!

Beijocas

Vladimir disse...

magistralmente escrito.....

Brain disse...

Palavras bem oleadas,
Embraiagem bem presa com sentidos,
Travão recolocado no lugar das palavras,
Guarda luvas limpo e repreenchido com sentimentos,
Multas perdoadas,
Com a força,
Deste Sorriso!

Estranha: Não te estranhei!

Beijo!

PS:Vou-me ausentar de férias, voltarei no final de Agosto. Até lá!

Ela disse...

Glad You are back in town!!!




É o fim do Verão.


És.



Deixo um beijo a desejar boas férias.


Eu vou. passando.quando regressar.


Outro. Beijo

lampâda mervelha disse...

Ai o sentir, o sentir... em sentido!

:)*

Cris disse...

Diz-me qual é tua oficina!!! Por Favor!!! Voltaste em grande forma e divina inspiração!


bjo
C.

Di disse...

Adoro a selecção de fotos do teu blog...

Não li todos os textos, mas as espreitadelas foram surpreendentemente irreverentes, engraçadas, inteligentes.


Gosto.


*** keep up!

adnil disse...

lindo..............
como sempre .....




saudades!

rui disse...

Olá Estranha Pessoa

Gostei da progressão até ao clímax final.

Abraço

RC disse...

Belíssimas sinestesias...

POETA VAGABUNDO disse...

:)posso suar contigo...
beijo vagabundo

mariazinha disse...

senti.
foi lindo.
*

Anónimo disse...

Continuas a causar-me beliscadelas no cerebro, quando te visito fico mais rico e penso.
Faz bem pensar quando vale a pena e no que vale a pena, mas será que o verão tem fim? ou apenas tem intervalo!
Um Beijo de Agosto e a gosto é também um beijo de fim de verão quando a saudade já aperta antes da despedida, hoje o tempo não para e o verão continua dentro de momentos.

Eu gosto é do verão...

Bjs

Alberto Conte

Marina disse...

Vizinha Estranha, ja ha algum tempo que nao passava por aqui.

Ja acabei de ler e ainda consigo ouvir a chuva...

Beijitos do Oeste

diabinho disse...

Antecipação...
alguém anda com muitas saudades...

bjs

Rafeiro Perfumado disse...

Ninguém tem coragem de dizer à jove que estamos em Agosto? 2007?

Carracinha linda! disse...

Knock Knock!!! Está alguém em casa?

Tanto silêncio por aqui!

Beijocas

Thiago Forrest Gump disse...

Posso emprestar um lenço...

Maria P. disse...

É entrar noutra dimensão ler-te.

Beijinho*

Miudaaa disse...

Muito Bom!!!
Do principio ao FIM!!!
estou a suar!

:-)

Pierrot disse...

Estes teus poemas são verdadeiramente desconcertantes.
Retenho uma tirada:
"Qual a minha base de licitação?
É a tua"
Bestial e tremenda
Ainda não é Setembro mas parece
Bjos daqui
Eugénio o regressado

stela disse...

Eu também estou a suar!
Lindo!
beijinho

Cris disse...

um beijinho já quase em setembro...

POETA VAGABUNDO disse...

...continuas igual...suada hehehe
beijo vagabundo

saudosista do futuro disse...

suei.

és sempre um espanto
na forma como enrolas
as palavras do des.encontro.




-------------
pareces-me mais viva.


**