segunda-feira, junho 02, 2008

Meia volta


Para cativarem-me tem que ser pelo sorriso.
As pessoas falam do olhar.
Mas, de que vale um olhar sem um sorriso.
Daqueles abertos, francos.
Que percorrem todas as veias.
Sem deixar nenhum órgão com sede.
Daqueles em que os joelhos tremem e pedem mais.
Mais.
E o sangue corre.
Dá meia volta. E torna a correr.
Daqueles que cabem lá o mundo todo.
E mais um bocadinho assim.
Um sorriso com um leve piscar de olho.
Um levantar de sobrancelha.
O queixo descaído.
Sorrisos.
Fico completamente atarantada com um bom sorriso.
Posso ter muralhas sem escadas.
Ás vezes sem nenhuma porta.
Mas, um bom sorriso.
Ai um sorriso, aniquila tudo.
Já são raros esses sorrisos.
Mas, é bom.
É bom quando ainda existem.
Fazem bem, e recomendam-se.

11 comentários:

Estranha pessoa esta disse...

Também recomendo Muse.
Rock in Rio.
Sexta-feira.

Belo som, grandes letras, e são 3 meninos com um belo sorriso :P

Recomenda-se!

Matilde disse...

...

e montejunto também recomendas, aposto :)

Um dia destes fui lá. Estava enevoado, meio a chover; chuva daquela fininha. Estava lindo... lindo de rir e sorrir.

:)

besbertocharrua disse...

ó nha pernas a nha maria na sábe screver camodos queu amostro tude e digo álto e quela fica delinciáda ca scrita da noça pernas... a nha maria tá tôda cuntente ca tás cá e quére vêre a noça pernas cá da fésta queste ano vái sêr darromba qué ôtra vês do lárgo. catita. ólha queu gósto munte de dançár mas á móda do meu tempe ca na póde sêre isse do róque...
vô surrire munte e munte só par ti...um bêijinhe dagente.

pipidebico disse...

Tento sempre acarinhar as memórias do meu passado, mas sobretudo procuro recordar-me de todos os momentos que me fizeram sorrir.
Um sorriso para ti daqueles sem tamanho.

Anónimo disse...

se soubesses como morro por ti
a cada dia que passa
a cada sopro da brisa
que ao de leve me afaga
alma gémea que me deixas órfão
de teus beijos
e a luz que me falta
da luz do teu sorriso
talvez seja mito
talvez seja medo
rede ou enredo
moinho de vento prisioneiro
de dulcineia encantada
braços em cruz
velas dementes
a suspirar por inês
na história errada


Jorge Casimiro

alguém+ neste mar de gente disse...

sorrisos desses dão cabo de mim... com os dentes todos, com verdade e carisma. não há muralhas que não sejam tão intransponíveis que um sorriso desses não penetre...

besbertocharrua disse...

ai nha pernas... quesse jorge cansemiro ca diz coizas munte lindas ca nha maria tá tôda invejoza e atão cagora quére queu diga êsses verses a ela todos dias?
já screvi dum papéle.

Estranha pessoa esta disse...

LOL
Só o Ti Charrua para me fazer rir a estas horas :P

Não sei quem é o Senhor Casimiro mas, agradeço ;)

Quem não gosta de mimos??? :P

Branca disse...

Sim, um bom sorriso é o que mais me cativa também...

Boa, os Muse são catitos mas a chefe não me deixa folgar, eu vem que queria ir mas...

Olha, fico a trabalhar com grande sorriso amarelo só para ela!
Sempre será melhor do que o sorriso dela que nunca o vi...

Beijitos!

jasmimdomeuquintal disse...

Sim, um sorriso também me encanta, enternece e conquista; mas um olhar...
Boa noite.

lampâda mervelha disse...

:)