quinta-feira, abril 10, 2008

Entre a cozinha e a Sala. O corredor!

A cozinha de mosaicos escuros estava demasiadamente limpa.
Limpa de gestos.
A sala cheia de pó.
Daquele pó enfadonho, que por mais vezes que passe o pano, ele não sai.
Fica. E vai ficando.
Entre os móveis. Debaixo do sofá.
Está em todo o lado.
Enfadonho. E sujo. Terrivelmente sujo daqueles gestos banais.
Melancolicamente limpo daqueles gestos, que se querem desiguais.
E ele veio pelo corredor.
Tinha as mãos nos bolsos e aquele olhar que nunca sabemos muito bem se é a verdade, se é a mentir.
Por vezes parece que tem tudo naquele olhar.
E noutro segundo caí a retina, e com ela qualquer esperança de veracidade.
Há pessoas assim!
Que passam pela nossa vida pelo corredor fora.
De mãos nos bolsos e nem sabemos de onde vêm.
E param, e falam connosco e ficam para sempre aqui bem aqui entre o miocárdio e a aorta.
Ficam na cozinha e dão-nos um qualquer alimento de renovação.
Depois vão para a sala, acomodam-se no sofá, e deixam cair aquele olhar com que nos apaixonamos.
Um dia levantam-se.
Passam pelo mesmo corredor já com as mãos levantadas.
E nós que temos as mãos cheias daqueles olhares.
Ficamos no átrio à espera que a campainha toque.
É.
Há realmente pessoas assim!
Mas, eu não gosto de átrios.
E muito menos de campainhas.
Sou mais do tipo artista.
De casas sem divisões e de gestos malabaristas.

11 comentários:

Carracinha Linda! disse...

Há pessoas que chegam, ficam por algum tempo e depois saem das nossas vidas...

Sim, fazes bem ser do tipo artista!


Beijo grande e bom fim-de-semana!

sinhã, a. disse...

Eu voto na artista e nos - malabaristas - gestos. :-)

pipidebico disse...

A maioria das pessoas existe e, nada mais !
Bicadinhas...

melgadoporto disse...

A antítese do teu “encaixe”!
Sempre me disseram que era “assim” o normal.
Acreditei!
Até um dia em que - “plof…”
Tudo passou a ser “anormal”
Que bom!
:-)

Brain disse...

Strange One:
Wordless!

Dos "melhores" que já li de Ti!
E olha que já li muitos...

Um Beijo Meu!

PS:Mas mantém-te assim, tipo artista. Eu gosto! E quem não gostar... que faça como diz a Putty: Que deixe na beira do prato! BEIJO!!!!!!

o das caldas disse...

E já somos dois!
Bfs.
2 beijinhos

Auréola Branca disse...

Ela permanecera impressionada. Nem átomos conseguiriam ser tão divisíveis quanto sua palavras e sentidos. "Perfeito"-achara ela.

OLHAR VAGABUNDO disse...

que raio de estranha me saiste tu:)
beijo vagabundo

besbertocharrua disse...

No meu tempo era mais tude em soalho e na avia c� mosaicos. campainhas tam�m na avia cagente batia era � porta com uma palmada � se na respondia era um soco valente e era isso que voc� avia de ter feito � gajo.

besbertocharrua disse...

ó pá, na sei coméque sai-me aquilo escrito assim daquela maneira mas o certo é assim: no meu tempo era tude mais em soalho e na avia cá mosaicos. campainhas tamém na avia cagente batia era na porta com uma palmada e se na respondia era um soco valente quera isso que você devia ter feito ó gaijo.tá corregido.

APC disse...

Pessoas de mãos nos bolsos. Sem malabarismos. Bem dito! Sem arte nem magia de ser. Apenasmente. É pouco! Muito pouco. Enchem-nos a vida de vazio e gastam-na de espera. Bom texto! Boa sorte! Boa noite! :-)