domingo, maio 10, 2009

Pulmões


Tenho falta de ar.
Uma imensa falta de AR.
Vastíssima, até.
Não.
Não, é asma.
É mesmo falta de AR.
Não consigo respirar.
Esbracejar.
Gesticular.
Acenar.
É uma coisa que vem cá de dentro.
Intensa.
Que dói.
Mas, dói a valer.
Padece.
Penaliza-me mais que os Pulmões.
Parece que a minha Alma sai pelos Bofes.
Assim, meia endrominada dos sentidos.
Desalenta.
Eu não tenho inteligência para passar para o papel, o quanto isso me aflige.
O quanto isso me condiciona.
Não consigo respirar.
Meto as mãos ali.
Meto o olhar acolá.
Tento encaixar o cérebro em algum lado.
O coração em lado nenhum.
Mas, não.
Não consigo o antídoto.
Falta-me atmosfera.
Falta-me passos. Caminhos. Sentidos. Gestos. Abraços.
Sei lá o que me falta.
Falta-me Sal.
Falta-me Pimenta.
Guisados. Cozidos. E. Fritos.
Falta-me isso tudo, numa folha de Outono, embrulhada em espuma do Mar.
É isso que me falta.
Espuma do Mar.
Com um intenso salgado.
Vento agreste.
Daqueles em que dás um passo para trás de espanto.
Falta-me o imprevisto.
O ficar sem saber o que dizer.
Falta-me o arrepio.
A pele. O olhar. A retina.
A casca da insanidade.
Aquela que nem dá tempo para pensar.
È só sentir tudo.
De todas os feitios.
Não me venham com tretas.
È que nem se atrevam a isso.
Existem coisas que não tem explicação.
E que chegam só por isso.
E que valem só por isso.
Para simplesmente.
Nos faltar o AR.
A voz.
Os fragmentos de tudo o que fica.
O que ficou.
Por dizer.

Acato.

16 comentários:

Fátima disse...

Os teus textos são a prova viva do que mais tens de espontâneo, os teus textos têm a tua alma... São fantásticos.... Parabéns....

olharesdever disse...

falta de ar provocas-me tu com textos destes..............
só mesmo tu!
;)

Þ®¡§¢¡£å ♠ disse...

Sufocamento do karalho este,tenho sofrido do mesmo =/

Te aliviaria dizer que algo em ti está se negando a respirar o ar viciado do lugar que o cerca!?!

Enorme sorriso pra ti "gotoza"!!

Branca disse...

A mim também...

Luis Eme disse...

às vezes escreves coisas mais estranhas que a tua própria pessoa...

ou talvez não, mas olha que o mar ajuda bastante a respirar...

Putty Cat disse...

É isso. É a falta.

Do quê?

Não sei. Mas gostava que me surpreendessem, para ficar a saber.


Sentido.

Beijo

ams disse...

Eu até fiquei com falta de ar... tive de parar para respirar tal era o sufoco!!

Abraço

knotkid disse...

Melhor mesmo é ficar "quedo" como diz a minha avó.

Anónimo disse...

foi tão escasso o nosso tempo
tão curto o nosso encontro
quisera eterno o nosso abraço
p’ra poder amor
dizer-te tanto



jorge casimiro

o das caldas disse...

Afinal parece-me que quando aparece o Casimiro fica-se com falte de ar!
Beijinhos das Caldas

Matilde disse...

Sobe à serra. Ao teu Montejunto. E grita. E esbraceja. E inspira. E Olha. E sente.


E fica. Um instante. A Montejuntar...

:)

Abraço ventoso. Com AR.

OLHAR VAGABUNDO disse...

olha eu sofro de asma hehehe

beijo vagabundo

alcinda leal disse...

Já todos em alguma época sentimos essa opressão no peito e na alma...
mas passa, felizmente... até à próxima...
Gosto destes textos claros e limpos!
Bjs
Alcinda

Alma social disse...

Indisna, tirei o curso de s.o.s primeiro socorro..se nao beberes tanto moscatel...ainda te compro uma besnaga de oxigénio, para te oxigenar as entranhas...

Mαğΐα disse...

Acatar emoções engolidas é.... tramadex com F.

Também me falta o ar e acato. Ato(me) cada vez mais...

Desenleias?

Francisquinho Snow disse...

Ser feliz não é ter um céu sem tempestades, caminhos sem acidentes, trabalhos sem cansaço, relacionamentosn sem desilusões.
Ser feliz é encontrar força no perdão, esperança nas batalhas, segurança no palco do medo, e amor nos desencontros...
Ser feliz é deixar de ser vitima dos problemas e tornarmo-nos autores da nossa própria história e agradecer a deus a cada manhã,pelo milagre da vida...
Ser feliz não é ter medo dos próprios sentimentos é sim ter coragem sem sufoco para ouvir um não