sábado, maio 02, 2009

Os Teus Olhos

É um olhar diferente.
Não sei muito bem o que é.
Ás vezes, parece triste.
De uma tristeza profunda.
Como que um Universo Sozinho.
Isolado.
Afastado.
Remoto.
Às vezes… parece ‘colo’.
Como que um pedir de Seio.
Um ‘eu estou aqui, chora.’.
É uma retina divergente.
Dilatada.
Afastada do usual.
Não é maré vazia.
Nem é, maré cheia.
Não é pólo Norte.
Nem Sul.
Não se pode fazer uma Tese.
De ciências.
Equações.
Diagramas, tais.
Tem uma consistência tal, que por mais que eu tente, não há palavras que descreva.
Nem sei se é Desassossego.
É mais uma aflição.
Um gritar mudo.
E os gestos assim.
Meio que desalinhados.
Mas, completamente enlaçados.
Naquilo que é.
Que foi.
Que tende a ser, o que deseja.
O que refila.
O que quer gritar.
Gemer.
Deplorar.
Arrulhar.
Se um dia aqueles olhos falassem.
Se uma noite aquela retina tivesse ânimo suficiente.
Ai se um dia ela tomasse forma.
De uma feição tal que até as pestanas saltavam.
Não sobraria nada.
Nem sequer uma bochecha para corar.
Eu importo-me com o que procuras.
Seja lá o que isso for.
Encontras?

9 comentários:

OLHAR VAGABUNDO disse...

queres encontrar?

beijo vagabundo

ams disse...

eu também procuro muita coisa sem saber muito bem o quê... num estado de constante desassossego... uma constante insatisfeita!

Bj

Priscila S.Lisboa disse...

Adorei estes olhos!!

Bela janela que tu descrevestes minha "Gotóza Estranha"

Um ENORME e LARGO sorriso bem achado só pra ti!

=))

Camolas disse...

Encontro mas não retenho.

knotkid disse...

E o meu espelho da alma é baço...

Ela disse...

assim lindo.


é o que é este teu escrito.


Beijinhos.

Joni disse...

Saltando entre palavras, labirinto de emoções. Coisas reais, algumas artificiais,construções existenciais, é assim que compreendo a tua poesia.
Agradeço o comentário.beijo

Mαğΐα disse...

Gostava...

Krystal disse...

adoro esse seu texto!