terça-feira, agosto 11, 2009

Solidó


Havia semanas que era ao Domingo.
E outras que era ao Sábado.
Eu gostava mais ao Sábado.
Sempre me pareceu que o Sábado é maior que o Domingo.
O Domingo faz-me sentir o fim de algo.
Mas. Sim.
Gostava mais ao sábado.
Era no meio da calçada.
No Bairro da Ajuda. Como quem sobe do lado direito.
O passeio era de uma calçada mais escura.
Endurecida.
Gasta.
Pelas décadas.
Ficava na esquina a ver os eléctricos.
O som dos eléctricos sempre me acalmou.
E ficava ali de olhos fechados. Imaginava outros tempos. Outros olhares.
Os coches a golpe de cavalo.
Calçada acima. Calçada abaixo.
E de vez a vez vinha aquele cheiro do Tejo do princípio da rua.
E dos pinheiros lá de cima de Monsanto.
Eram pinheiros mansos. Como manso era o meu sentir de esquina.
Havia uma qualquer brisa histórica naquela rua de calçada escura.
Trazia sons, cheiros, passos, sorrisos, lágrimas de séculos.
Às vezes na esquina tocavam uma concertina.
E cantavam o solidó.
Um dia destes gostava de cantar o solidó.
Disso. E de rimar certos verbos.
Porque os adjectivos esses são como as esquinas.
E nunca como os Domingos.
E de vez a vez vinha aquele cheiro do Tejo.
E dos pinheiros lá de cima de Monsanto.
Eram pinheiros mansos. Como manso nunca mais foi o meu sentir.


[Estranha pessoa esta.
Agora, quase seis da manhã. Cruzamento do Charco.
Porque sempre me apeteceu escrever de madrugada nestes semáforos.
Foi hoje. ]

6 comentários:

Putty Cat disse...

este escrito, quase que me trás o cheiro da neblina do Porto antes da aurora...

beijo meu

Mαğΐα disse...

6 da manhã é madrugada?
Se são 6 da manhã, é manhã, ou não é?
Oh Estranhex, esse electrico que leva aos Prazeres não estava cá de manhã!
E sendo assim, isso muda o sentido todo dos verbos rimados.

É que rimar certos verbos é bom, mas nada como ARrimar e ARriTmar esses tais certos versos.... É como apanhar o electrico para os prazeres e fazer várias viagens de ida e volta com um só bilhete, isn't it?


.........................

mfc disse...

Lindo texto evocativo...

Sim... o Sábado é sempre bem melhor que o Domingo!

Anónimo disse...

:P
pipi de bico

Antonio saramago disse...

Saudades de outrora!!!

Alguém+ neste mar de gente, disse...

verdade... os adjectivos são como esquinas e nunca como os domingos! porque são tórridos ou levam sempre a mais algum lugar.