quarta-feira, novembro 08, 2006

Este post é para ser lido assim, caso não consiga fazer isto... então temos pena, pois perde um momento brilhante da literatura contemporânea :P :


São passos invisíveis dizem alguns
São passos sensíveis dizem outros
E falam falam
Não vêm que são simplesmente passos?
Não é nada de complicado
Não são variações
São passos
Passos
Já se calaram
Ah teimosia
Olhem os passos
Viram
Se é afirmativa a resposta
Continuem
Se for negativa
Continuem
Se não for nem uma coisa nem outra
Então
Continuem
Porque simplesmente
São passos
Passos
Psiuuuuuuuu
Não é isso aí
Isso aí são passadas
Concentração se faz favor
Obrigado
Agora que há concentração
Peço a ausência desta
Já há desconcentração
Então continuemos
Continuaram
Ora ainda bem
Eis
Aqui
O ali
O dacolá
Concentração desconcentração
Passos passadas
Variações
Afirmativo negativo
Variações
Sensações
Emoções Surpresas
Pés sem passos
Passos sem pés
Caminhos sem horizontes
Horizontes com caminhos
Passos
Pedras Cascalho
Cascalho no pé descalço
Descalço o pé na valeta
Valeta de pé no horizonte
Passos
Isto é o dia
Isto é um dia
Isto não é nada disso
Desconcentração
São passos
São passos invisíveis dizem alguns
São passos sensíveis dizem outros
E falam falam falam

37 comentários:

Estranha pessoa esta disse...

Eu própria tive que ditar estas linhas...
Pois, não faria sentido pedir-vos esta posição de leitura, caso não tivesse sido a posição de escrita/ditado ehehhe

Maria P. disse...

perdi um passo quando tentava ler assim...se o encontrar, é meu - o passo perdido e descalço...

Fantástica a tua escrita! Parabéns!

daniel sant'iago disse...

E comento como?
Assim?

Miudaaa disse...

não consigo encontrar posição para comentar... fiquei com dores musculares depois da posição facílima que escolheste...
volto amanhã... :-)sem dores, espero... como espero lembrar-me de tudo o que li, porque senão volta tudo ao início.

1 beijo da miudaaa

APC disse...

E falam, falam, falam... Quando afinal são só passos, que deveriam ser dados.
Andamos muito desconcentrados; ou demasiadamente concentrados, pois é!
E olhando as passadas passadas, afinal não demos aquele passo, não... Se calhar nunca o daremos.
E, de tão descalços, doi-nos!
Vamos lá... Uma nova posição, um passo em frente! :-)
Gostei!!!

Estranha pessoa esta disse...

Esta Camuflada assusta me...
Tira me a 'pinta toda'.
Acho que vou colocar aqui um letreiro a dizer proibida a entrada a ppl Camuflado...
:P

Isabel disse...

E se falarmos ao msmo tempo que damos passos, grades, pquenos, médios, assim assim ... tanto faz.
A vós os passos devem estar unidos . ou lado a lado, ou um a seguir ao outro. a voz srve para gritar, para chamar , para partilhar ps caminhos e os passos.
A vós e a escrita.
Foram as tuas palavras que guiaram os meus passos até aqui, é com as minhas que te chamo para me seguires.

Quanto á posição, gosto de todas desde que me façam seguir viagem.

Ate já.

Isabel

Tino disse...

Tenho o corpo moído da leitura mas valeu a pena! Tinhas razão,em outra posiçaõ perdem-se pelo menos 3 passos!Agora, em passinhos de chinelos vou dar-te um beijo grande de bom dia!Jah bless, princesa!

Pierrot disse...

Começo a achar que tu estás deitada no meu jardim, em plena tarde de outono, não a pensar no que é ser feliz ou mesmo no que farias se ganhasses o euromilhões mas sim a escrever, coisas lindas como esta.

A sensação com que fico é que estás parada, a olhar o horizonte por entre as arvores e as folhas... e vais escrevendo à medida que as flores segredam contigo o segredo da sua beleza, ou à medida que os passaros te vão contando novidades de outros mundos...

Lindo estranha pessoa esta.
De uma fluência estranha é certa, mas muito tua e que bem que fica!

Música IMPEC, como sempre!

Ah...e eu também ali continuo a olhar para ti, no fundo do meu jardim, numa qualquer tarde de Outono.

Bjos daqui
Eugénio

P.s. Bolas, já posso sair desta posição ou quê?

Secreta disse...

Falam , falam , falam ... mas não dizem nada!
Beijito.

Dafne disse...

Olá
É a primeira vez que aqui venho e que "estranho lugar este", mas acolhedor, simpático e interessante.
Uma agradável descoberta, é sempre bom descobrirmos outras pessoas "estranhas"como nós.
Um xi

rui disse...

Olá Estranha pessoa...

Gostei deste momento de literatura.
Tem a tua inconfundível marca.

Beijinho
O senhor do mar

Belzebu disse...

Quando me puder levantar, eu juro que vou comentar!

eheheh!! Excelente!

Saudações infernais!

Dani disse...

Eu tentei, mas essa posição ultrapassa largamente as minhas capacidades em termos de flexibilidade!

E no final, o que conta é a viagem...

Beijinhos

ana prado disse...

Tentei, juro que sim, mas não consegui... mesmo assim, a ler como o fiz, consegui o tal brilhante momento de literatura contemporânea:) A tua escrita é verdadeiramente inconfundível.

Até já.

Bandida disse...

deixas-me passar?...




____________________

Estranha pessoa esta disse...

Estou dormente.
Congelei naquela posição.

Tiago disse...

são passos, apenas passos, sem pés, so com as mãos. adorei esta optimo, tira a pontução fica arrepiante sem pausas :))

bjs
Tiago

Bela disse...

Onde queres chegar com tantos passos? Qual o caminho?
Um beijo e um abraço. ;)

Estranha pessoa esta disse...

O Tiago manda a Estranha obedece estranhamente eheheh :P

Estranha pessoa esta disse...

O ponto de interrogação está ali porque esta posição não me o permite apagar! :P

Contorcionista do Circo Chen disse...

Perna direita atrás da orelha esquerda
Joelho esquerdo entre os olhos
Pé direito debaixo do braço esquerdo
Nariz nas costas
Mão direita na debaixo do braço esquerdo
Joelho direito a tocar o tornozelo direito
Joanete do pé esquerdo a tocar o calo do dedo mindinho direito...

Percebeste, ou queres que te faça um desenho?

.*.Magia.*. disse...

Vim fazer o desenho...

Visualizas uma tela enorme...tipo 1,50 m por 1,50 m...tás a ver?
É pintada a óleo, tem mil cores, é abstratamente estranha, bizarramente enleada numa exuberância e irreverência gritante.
Ao meio tem uma espiral que confunde quem olha para ela. Parece que roda infinitamente roubando a alma de quem ousa olhá-la fixamente...tás a visualizar?
Depois, se olhares para um dos cantos, perdes-te entre o formato que pensas que a tela tem...a ilusão de óptica multicolorida é a explicação para as palavras...

Pintaste?

.*.Magia.*. disse...

Ou queres que me contorça para te escrever mais?

Miudaaa disse...

Olhaaa...
isto é batota... começei a ler... mas antes claro... coloquei-m na posição devida... tou com uma dor no pescoço...
afinal o Post é o mesmo que já tinha lidooo... :-)

Bommmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm Diaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa

um beijo da miudaaa

naoseiquenome usar disse...

Complicamos muito o simples, não é?
Mas será que o simples é assim tão linear?


Beijo.

≈♥ Nadir ♥≈ disse...

_____BOM__FIM DE__SEMANA!
_____LET__THE__SUN__SHINE
______IN___YOUR___SMILE___
____8888888888888888888888
_____88888888888888888888
_______8888888888888888
_________888888888888
______________**
____####______**______####
___#######____**____#######
____#######___**___#######
_____######__**__######
________#####_**_#####
__________####**####
___________###**###
____________##**##
_____________#**#___________

APC disse...

Ah, eu é que te assusto? Pois se desatas para aí a deixar mil belas pontas soltas pelo ar, quais serpentinas, e eu apenas sigo o trilho no seu encalce, tentando apanhar umas poucas para com elas fazer um laço colorido...! Lol
Assustada fiquei eu com o quadro da Magia... Agora não tiro os olhos da espiral explicativa e já perdi a noção da dimensão do que digo! ;-)
Um beijo! :-)

António Rosa disse...

Escuto-te.

Bruno Tavares disse...

Viva,

Olá... deixo o meu contributo... mas não leves o poema à letra POR FAVOR... Só um lindo poema...

"Não tenhas escrúpulos morais, receios de inteligência! ...
Que escrúpulos ou receios tem a mecânica da vida?
Que escrúpulos químicos tem o impulso que gera
As seivas, e a circulação do sangue, e o amor?
Que memória dos outros tem o ritmo alegre da vida?
Ah, pobre vaidade de carne e osso chamada homem. (...)

És importante para ti, porque é a ti que te sentes.
És tudo para ti, porque para ti és o universo,
E o próprio universo e os outros
Satélites da tua subjetividade objetiva.
És importante para ti porque só tu és importante para ti.
E se és assim, ó mito, não serão os outros assim?
Tens, como Hamlet, o pavor do desconhecido?
Mas o que é conhecido? O que é que tu conheces,
Para que chames desconhecido a qualquer coisa em especial?
Tens, como Falstaff, o amor gorduroso da vida?
Se assim a amas materialmente, ama-a ainda mais materialmente,
Torna-te parte carnal da terra e das coisas!
Dispersa-te, sistema físico-químico
De células noturnamente conscientes
Pela noturna consciência da inconsciência dos corpos,
Pelo grande cobertor não-cobrindo-nada das aparências,
Pela relva e a erva da proliferação dos seres,
Pela névoa atômica das coisas,
Pelas paredes turbihonantes
Do vácuo dinâmico do mundo... "

"Se te Queres" de Alvaro Campos

Bjs,
Bruno Tavares

Louco de Lisboa disse...

Olha, se queres saber nem mãos usei, levitei...

Kiss pour toi e até outro momento qualquer!

Louco de Lisboa disse...

Óhhh Estranha, já pensaste por esta foto no teu perfil???

Gosto dos flores todas, é a modos que mistico :)

.*.Magia.*. disse...

Olá Estranha

Vim só mostrar a minha mudança...

eheheheh

Estranha pessoa esta disse...

Já tinha visto ehehhe
Deves pensar que ando aqui a dormir :P

Gostava do nariz vermelho.
Mas, pronto!
Também gosto desse ar assim manhoso eheh ;)

Estranha pessoa esta disse...

Louco ainda estás em levitação?

Bora ali ao lado beber qq coisita!

APC és camuflada mas, também podes vir.
(continuo agreste ctg) :P

APC disse...

Podemos beber algo agreste, ké pa esquecer! lol

Estranha pessoa esta disse...

lol ehhe
Camuflada só hoje te vi aqui :P
Não me digas que ainda andas na água pé :P