domingo, abril 22, 2007

Densos. Orgasmos.

A hora de saída sempre foi o teu forte.
Nem adeus.
Nem até já.
Perdão, Corrijo!
Na hora da saída sempre te pensaste forte.
Lamento informar-te mas, na hora de saída é a retina quem vinga.
Nela corre tudo.
Suores. Frios.
Quentes. Espasmos.
Poros. Cheios.
Veias. Vazias.
Densos. Orgasmos.
Emoções. Atestadas.
Choros. Recalcados.
Fome. Insaciada.
Toque. Absoluto.
Desejo. Oculto.
Não sou forte, nem fraca.
Mas, faço questão em mostrar a retina.
Seja na entrada.
Seja na saída.
E na porta um aviso.
Proibida a entrada de pessoas estranhas ao serviço.
-
-
-
Perigoso. Êxtase.
Na hora da saída sempre te pensaste forte.
E nem sequer te atreveste.
À Ousadia.

19 comentários:

vida de vidro disse...

E depois espantas-te que diga que me fazes pensar? Irreverente, agressiva até, mas sempre duma autenticidade que nos dá uma murro no estômago. Beijo, bom resto de domingo. **

as velas ardem ate ao fim disse...

Simplesmente o mudo nunca será dos fracos!

bjo enorme

APC disse...

Pronto, foi desta! .-S
Algum dia havia de ser...
Não faço a menor ideia do que dizer!!! :-O

Teresa Durães disse...

há duas maneiras de sair. Pelo texto, porque vais magoar tanta gente e terás direito?

Branca disse...

Olá!
Quando puderes passa no meu Sopro, tenho um pequeno presente para ti...
Beijinhos e boa semana!

Luis Eme disse...

Isso é o que se chama uma saída à "francesa"...

Sem ousadia? depende, há janelas altas...

Brain disse...

Olá Estranha!

Passa no meu blog, tens lá uma coisa para ti!

Beijo.

littledragonblue disse...

Olá. Nomeei-te como um dos blogs que "me faz pensar..."
Estás também linkada
Um beijinho e votos de uma boa semana
littledragonblue

Kalinka disse...

Poesia divinal
Palavras fortes
Duras e/ou doces
Umas vezes sim
e outras nim.

E, hoje é o DIA MUNDIAL DO LIVRO.

Portugal é um país civilizado, mas ainda há seis anos tinha nove por cento de analfabetos segundo os dados do estudo Consumidor 2006, que a Marktest divulgou a meio da semana passada, já são mais de três milhões os portugueses que lêem livros...
Ler continua a ser um comportamento minoritário, uma coisa que acontece a menos de metade da população continental com mais de 15 anos - mas cada vez menos, e isto merece palmas (a pretexto, também, desta efeméride: hoje é o Dia Mundial do Livro).

Eu adoro LER.
Beijos e abraços.

Isabel disse...

Vem à minha casa estranha... !

O que tenho para te oferecer tem muito significado para mim.

Isabel

Brain disse...

"Olhos nos olhos"

Assim vivo com o mundo!
Assim, tenho a certeza, que vives com a vida!

Como sempre: E-X-C-E-L-E-N-T-E!!!

Beijo em dose dupla.

Giorgia disse...

posso dizer-te, sem a mais pequena sombra de dúvida, que este é o meu texto de eleição, de todos os que já escreveste!

fantástico!

beijokas

pensamentos_vagabundos disse...

:)como sempre brutalmente encantadora:)
na hora de saída deixo-te um beijo meu e um até smepre:)
beijo vagabundo

Francieli Rebelatto disse...

Nossa que intensidade!!! E como orgasmos, mas então o olhar o da saída, seria o da despedida, ou apenas o início da intensidade das vivências, não sei...Mas sucetou-me muitas coisas!!!

Intensa como sempre...Admiro-te sempre!!!

Beijos, cuide-se e tenha uma ótima semana!!!

pensamentos_vagabundos disse...

sei que olho para estas palavras e nao me fazem sentido....

vinte e dois disse...

Bem, bonito poema com convicção e garra!
Gostei particularmente desta parte:

"A hora de saída sempre foi o teu forte.
(...)
Perdão, Corrijo!
Na hora da saída sempre te pensaste forte."

Beijinhos ;)

£oµ¢o Ðe £Î§ßoa disse...

Bem, nem sei que te dizer, nem me deste que pensar!!!

Opáááhhhh... apenas se aproveita a musica!!!

Atribuia-te um prémio mas não me apetece :P

faque iu :)

Gude dei per tê e não me incomodes muito, please...

Até outra altura quaisquer!

as velas ardem ate ao fim disse...

Feliz dia da liberdade!

bjos

(vai ao teu mail pff)

.*.Magia.*. disse...

Isto não deve ser para mim...!
Vou embora!!!!

FUI...