segunda-feira, outubro 22, 2007

Não te esqueças de lhe dar o meu recado!


Existem pessoas que passam pela nossa vida que nos dão conta do recado.
Daquele recado que cada um de nós temos como nossos.
Como verdadeiramente Nosso.
Todos temos o nosso recado.
Por vezes sabemos exactamente qual é.
Outras vezes é necessário certas pessoas nos relembrarem.
Não é lembrar.. porque o lembrar está lá.
Aqui.
É mais... relembrar.
Definitivamente existem pessoas que nos dão conta do recado.
Que nos baralham o sistema.
Mas, são essas mesmas pessoas que fazem falta.
Eu gosto quando me baralham o sistema.
Sabem quando nos dizem assim: “ Já estás a entrar no sistema.”
Eu não gosto quando me dizem isso.
Porque quem o diz... é quem não ‘me’ baralha... esse mesmo sistema.

Sim, existem pessoas que nos dão conta do recado.
E outras tantas que são o nosso recado!

12 comentários:

A Gaja Que Se Baldou Às Adiafas disse...

Vim só dizer que gostei do teu recado, aliás, gosto de todos os teus recados, aqui, ali e acoli, mas a grande parte das vezes não me apetece dizer-te que gosto dos teus recados porque me baralhas o sistema e hoje quem te baralha o sitema sou eu com este comentário de uma só frase :P

Fuck you very much

:P

Hasat ..........................
(sim, sou eu :))

Brain disse...

Strange One:

Este...

Bom, antes de mais, permite-me que te diga, que te esqueceste de um grupo de pessoas: "aquelas que nos dão cabo do recado"!
Que também as há e não são tão poucas quanto isso...

E eu não sei se partilhas a minha opinião de que: são Muito Poucas, as que nos dão conta do recado e em número mais inferior ainda, as que são o nosso recado.

E...
Encontrar quem nos dê conta do recado...
É simultâneamente um privilégio e uma intriga!

E eu não gosto de guardar o recado para mim.
Eu sou daqueles que o partilha, que o espalha.
Poucos são o que o sabem interpretar e poucos os que sabendo-o o aproveitam, mas isso... isso já está para além de mim.

Deixo aqui este meu recado! :)

Beijo.

PS: Quanto à senhora de cima, ela não precisava de se identificar de forma tão explicita pois não? Ou será que ela pensa mesmo que das vezes anteriores, passou despercebida?

Branca disse...

Oi! A mim nestes últimos dias andam-me a baralhar o sistema e olha nem sei o que dizer...
Acho que tenho vontade de matar alguém, mas gritar até não ter voz deve ser suficiente...

Todas as pessoas que passam por nós tem algum objectivo para nós, umas baralham-nos, outras tentam acertar o que acham errado, outras só passam, outras irritam-nos, outras fazem mil e uma coisas diferentes...
Todas têm uma missão, todas dão conta do seu recado, pode é não ser um recado que nos interesse e nem nos apercebemos dele...

Pronto, vou embora, hoje não digo nada de jeito, estou irritada desde ontem, enquanto não passar, não digo nada de interessante!

Beijinhos e bao semana :)

PostScriptum disse...

E os que dão cabo do recado?
Beijos

Decoração de fundo disse...

Dar cabo do recado nem sempre é desrespeitá-lo.
Às vezes é questioná-lo.
Questionar faz bem à saúde.

Ela disse...

Para deixar um Beijo.



& um recado. "I´ve been there"

:)

Carracinha linda! disse...

Tantas pessoas diferentes que se cruzam connosco.

Umas que ajudam, umas que atrapalham, umas que irritam, outras que baralham, outras que ficam, outras que partem....

Mas n�o s�o todas elas importantes para o nosso percurso? Acho que sim... ainda que umas tenham apenas um pequeno papel na nossa vida e outras tenham uma fun�o bem mais relevante.

Beijocas

as velas ardem ate ao fim disse...

Certeiro!

Há pessoas que entram nas nossas vidas e apenas baralham.

Fica bem.bfs

melgadoporto disse...

Todos temos o nosso recado.
Vamo-lo repetindo, a nós mesmos, para que não o esquecermos
Mas mesmo assim, por vezes quando “lá chegamos”, esquecemos.
Algo nos deu conta do recado!
Mas logo logo nos lembramos :)

♥≈Nღdir≈♥ disse...

não dou conta do recado...
Bjx

Marina disse...

Que seria de nos sem essas pessoas que nos relembram e nos baralham!
E por mais baralhado que esteja o nosso sistema, elas continuam a fazem parte dele...
E sentir lhes a falta é melhor que não as sentir de todo.

Beijitos vizinha Estranha
[que hoje vão directamente de um Oeste um bocadito mais longínquo ;-)]

APC disse...

Olha, está perfeito como está. Não ouso nem acrescentar! Só um abraço! :-)