domingo, março 09, 2008

#300

È me extremamente violento ter sempre o mesmo pensamento.
Tenho uma vontade armadilhada.
Está agarrada.
Enfeitiçada por um qualquer acto libidinoso.
Preciso de um antídoto.
Sejamos sinceros, o problema não é o pensamento.
Mas, a brutalidade como este se manifesta.
É insano este pensamento.
Absurdo.
E por isso mesmo, libertador.
Mesmo assim, preciso de um antídoto.
Sabem aqueles orgasmos que ficam para sempre agarrados à pele.
Que ainda se sente o cheiro?
A brutalidade de que falo, é a mesma!
Com todos os espasmos, a que tem direito.
É violento este pensamento.
E ainda mais violento o insistir.
É.
Já sinto o cheiro!
Definitivamente, preciso de um antídoto!

4 comentários:

Brain disse...

Hum...
Strange One,

É como diz a música:
"I bleed it out digging deeper
Just to throw it away"


And,
It's just like that!

A Kiss from me.

Carracinha Linda! disse...

vim matar as saudades de passar por aqui...

De certeza que precisas de um antídoto?

Beijinhos

ela disse...

Para deixar um beijo de boa semana,



"aqueles orgasmos que ficam para sempre agarrados à pele."


Tenho disso.
rara beleza. esses que se agarram.e nos deixam agarradas.





Beijo,boa semana

alguém+ neste mar de gente disse...

nunca tinha pensado nisso... "o problema não é o sentimento, é a brutalidade com que se manifesta". tens toda a razão!