quarta-feira, março 12, 2008

Menos. MUITO menos! s.f.f.


Cada vez estou mais convicta que o meu lugar não é na terra que me viu nascer.
E cada vez tenho menos pena de sentir isso.
As pessoas conseguem ser muito cruéis.
Pensam que sabem tudo. Que conhecem as pessoas. Que podem fazer juízo de valores.
Cansa.
Chega a um ponto, que simplesmente... enfada!
Desacreditam os outros, observam com aquele ar completamente opaco, e no fim não vêm é nada.
É uma pena. É realmente uma pena.
Mas, já não sinto pena nenhuma.

Como diria um dos meus amores: “Temos pena…mas, o clima está ameno!”

Não entendo é porque a minha temperatura anda a incomodar tanta gente.
Logo eu, que me aconchego à temperatura ambiente.

6 comentários:

Esplanando disse...

Parte.

Matilde disse...

Estranha. Pois temos pena. Mas azar o deles se não vêm nada. São fraquinhos de vista.

Fraquinhos de vista é o que eles são.

De vista.

Um abraço daqui.
Opá sempre que aqui venho ao tasco saio pensativa. E gosto pronto. Da tua temperatura.
:)

Ela disse...

Deixa arder.



é bom queimar.



e o teu combustível



é a vida.


em combustão.


Beijo,boa semana.

O das Caldas disse...

Só nos interessa o que pode servir de referência.Se isso não acontece o problema é deles, não percas é de vista aquilo que consideras ser a tua missão no planeta Terra.
2 beijos

melgadoporto disse...

Opaco é mesmo o mundo!
Este mundo onde nos disseram que podíamos viver.
Mas viver e “viver” é exactamente o que os incomoda.
Diferenças de temperatura… bem hajam!
:)

Carriço disse...

Bem dito!!!
Senda a pessoa k eu conheço, não te deixes tocar por tão fracas almas.
Essa do "clima ameno" acho cá pra mim k é da minha turma (temos de conversar sobre os direitos de autor, dá prai 1heroi por cada um)