quarta-feira, março 26, 2008

Tudo a Cru

Os dias querem-se livres.
Não no sentido de isentos de responsabilidades, de trabalho.
Livres naquela direcção da espontaneidade.
Da naturalidade.
Da impulsividade.
Livres.
Tenho fome de conhecer pessoas naturais, espontâneas.
Fome de pessoas que têm aquele ‘quê’ de impulsos.
De pessoas impulsivas, que de tão impulsivas chega a fazer remoinho nas sensações.
Aquelas pessoas que não estão habituadas a coisas delicadamente pintadas de uma qualquer cor previamente ensaiada.
Pessoas com a cor de pele.
Tenho fome de pessoas assim.
Que são o que são, e são pele. São suores. São lágrimas. São gargalhadas.
E tudo a tempo.
Sem pautas, sem compassos.
De improvisos melodicamente sensuais.
De horas, minutos, segundos.
De relógios de ponteiros.
A corda e a cordel.
Sem concepções coladas a estilos de vida fabricados.
Pessoas. Pessoas. Pessoas.
PESSOAS.
O que há de belo nas pessoas é o cru.
O rude.
Aquele ínfimo paralelismo que fica entre a garganta e o pensamento.
Pessoas roucas de tanto gritarem.
Pessoas que esbanjem sentimentos.
Pessoas que olham de frente, e que conhecem cada fio de sangue da sua retina.
Pessoas que estremecem com aquela música.
E dançam, e não têm medo de se abanarem.
Pessoas.
Com pestanas!
E despenteadas.

8 comentários:

Carracinha Linda! disse...

Também vim aqui matar saudades.

E aproveito para dizer que também eu cada vez mais acho que já não existem pessoas 100% genuínas. Mesmo nós não podemos ser completamente transparentes, naturais, espontâneas, etc... A vida em sociedade a isso nos obriga. O bom é que continuam a existir pessoas que nós conseguimos "captar" que são exactamente como se mostram e assim sabemos sempre com quem podemos contar.

Beijocas!

mariazinha disse...

:)
faço por ser um pouco assim.
(ok, a parte do despenteada é muito, mas n tenho culpa se o meu cabelo tem personalidade...)

beijo*

O das Caldas disse...

Que bom ter-te apanhado hoje de pernas para o ar!
2 ósculos

Rodas82 disse...

Às vezes conhecemos pessoas há mt tempo e nunca nos puxa para as conhecer como pessoas...

lampâda mervelha disse...

Estranhas pessoas essas :)

Esplanando disse...

De onde é que vem esta tua raiva!?

Anónimo disse...

"TRANSPARENTES"
As pessoas querem-se transparentes....
pipidebico.woedpress

barb michelen disse...

Hello I just entered before I have to leave to the airport, it's been very nice to meet you, if you want here is the site I told you about where I type some stuff and make good money (I work from home): here it is