quinta-feira, agosto 03, 2006

Conjecturar conjugações

O que nos leva aqui?
O que nos leva permanecer aqui?
Porque não ali?
Avistamos o 'ali' mas, ficamos por aqui.
Porquê?


O que se passa no nosso cérebro?
Nas nossas razões e emoções?
Que conjugações?


O que nos conduz a olhar este horizonte?
Por ser o único?
Ou por outra, por ser o essencial?


Porquê o conjecturar deste ou daquele olhar?
Desta ou daquela vivência?
Daquela ou desta realidade?
Porquê essa antevisão precoce?
Pelo malabarismo?



Andamos sentido.

Esta última sendo a única afirmação... passou a interrogação pelo modo como deslizou em mim.

Deslizou.
Escorregou.
Patinou.




12 comentários:

Anónimo disse...

E deixares de devaneios literários e pensares naquilo que realmente é importante?! nao?! Tás triste com a vida, força te á alegria. És triste na mesma mas nao arrastas outros contigo. És demasiado frustrada?! Para isso nao há cura... ou te fazes á vida ou entao torna te poetiza, esses é que normalmente são frustrados.
Tens imagens bonitas e o quase dom da palavra, pega nisso e da-lhe um uso positivo que te ajude a ti e aos que tão á tua volta. Nõa fiques á espera que sempre que "escrevas a tua tristeza" apareça alguem a passar te a mão pela cabeça. Toma isto como um conselho de quem vê as coisas pelo lado positivo. Segue-o ou espera por mais tristeza, frustração... mentiras.

Estranha pessoa esta disse...

Anonymous:

Não sei como sentes as minhas palavras mas, realmente não escolheste o melhor texto para dizer que eu sou frustada ou triste!
Pois, este texto retrata que realmente estou a sentir algo bonito.
Inesperado.
Mas, bonito.

Mas, as letras são assim mesmo. Cada um interpreta de uma maneira :)

Obrigado por dizeres que tenho imagens bonitos.
E quando referes o 'quase dom da palavra' não sei ao que te referes com o 'quase' e com o 'dom da palavra'. Apenas, escrevo. Apenas, isso!

Quando dizes para pegar nisso e dar um uso positio.
Porquê?
Dou um uso negativo??
Só lê as minhas palavras quem quer. E sinto que nunca feri ninguém com as minhas linhas!

Eu nunca quis, nem quero que ninguém passe a mão pela minha cabeça lol
Não sou assim!
E ainda bem :)
Tenho bom humor.
Para dar e vender!
Adoro rir de mim própria!

E tomar isto como um conselho de quem vê as coisas pelo lado positivo?? lol
Mas, tu conheces me de onde para dizeres que eu vejo as coisas pelo lado negativo?
Frustação?
Mentiras?
lol

:)

Estranha pessoa esta disse...

Anonymous:

Esqueci de dizer algo:
Mas, quem és tu para vires a um blog e dizeres para x ou y deixar de desvaneios literários? lol
E já agora, escrever não é importante??

Fernando Pessoa é um desvaneio literário?

Lápis amarelo berrante disse...

Acima de tudo gostaría de felicitar a GRANDE Filipa que tem o dom de escrever certas coisas!!! O que me mete nojo são mesmo esta MERDA de comentários feitos por sabe-se la quem!!! OU NÂO !! mas independentemente disso fica aqui o conselho para essa PERSONAGEM sim! porque pessoa nao lhe podemos chamar!! normalmente chamamos de pessoas aqueles seres com coração e SANIDADE MENTAL!! por isso continua e deixa de justificar a PESSOA que és a este tipo de personagens...

Anónimo disse...

“Conjecturas” sobre CONJECTURAR CONJUGAÇÕES

Leio normalmente vários Blog’s e com muito regularidade visito estranhodesassossego, porque me parece ser um espaço, eu diria culturalmente interessante.

Nele são escritos artigos que reflectem, da parte de quem os dá à estampa, uma preocupação incessante com tudo o que está em seu redor, quer seja físico ou imaterial, reflectindo tal prosa, um pensamento, um estado de alma ou simplesmente a tradução escrita de uma imagem, seja ela um simbolismo ou por exemplo a naturalidade do entardecer, raiado com um tocante pôr-do-sol.

Ao ler “Conjecturar Conjugações” o artigo em si não criou em mim nenhuma vontade especial de o comentar, como em outros trabalhos, neste blog anteriormente publicados, é quanto a mim mais uma das muitas e boas criações a que nos habituou quem as escreve.

Contudo não consigo ficar insensível aos comentários causados e por isso aqui estou a dizer o que me vai na alma.

Em primeiro, permitir a publicação de tais comentários, reflectem desde logo o grande nível intelectual de quem escreveu a postura, não escondendo a critica eventualmente pretendida.

O primeiro comentário reflecte de quem o produziu, uma forma de estar na vida muito estandardizada onde o natural parece ser apenas o rotineiro do dia-a-dia da generalidade das pessoas, onde todos muito certinhos, seguem sempre o mesmo caminho, ás mesmas horas, com as mesmas roupinhas mais ou menos da mesma marca, onde o futebol e outros mundanismos são sempre o tema de conversa em todo e qualquer lugar.

O seu autor reflecte uma insensibilidade, comum de resto nos dias que correm, sobre a capacidade de raciocinar do ser humano, que impede de dizer em voz alta “escrevendo”, aquilo que passa pelo pensamento em cada momento; A capacidade de se ser autocrítico fazendo uma introspecção a si própria confrontando-se com mil sensações que cada estado de alma traz a cada pessoa no bulício de cada dia que passa.

Afinal, é esse o magnífico dom da natureza que nos distingue dos irracionais, a capacidade de pensar inteligentemente e de não ser insensível ao que nos rodeia, seja material ou intangível.

Por isso pareceu-me grande a generosidade de estranhodesassossego, quando dispensou largas linhas na resposta dada, aliás outro sinal claro da intelectualidade referida.

Quanto ao último comentário, compreendo, é um sinal claro de “quem não se sente não é filho de boa gente” pessoalmente apenas tinha evitado introduzir no texto a referência à matéria-prima, de que lápis amarelo berrante diz, ser feito o primeiro.

Mas estranhodasassossego, à que continuar porque escrever o que se pensa, dá razão à teoria, SE PENSO, LOGO EXISTO e quem escreve o que pensa existe mesmo e como o poeta escreveu, NÃO HÁ MACHADO QUE CORTE A RAÍZ AO PENSAMENTO, logo, não pode este blog privar-nos dos seus tecla-escritos.

Cat disse...

Penso que entre os varios comentários ja foi tudo dito. No entanto e ao ler as linhas do primeiro comentário é IMPOSSIVEL FICAR INDIFERENTE a tamanha falta de... Nem sei bem!

Se por acaso alguem nao aprecia determinados pensamentos, sentimentos ou o que quer que seja reflectido nos textos, tem uma bela hipotese... NAO LEIA!

Mas em particular, não se esponha ao ridiculo da forma como o fez neste comentário tão cretino! (apesar de anónimo, acho que deve sentir-se ridiculo na mesma).

É realmente triste depararmo-nos com este tipo de situações!

Mais triste é a pessoa que se expôe desta forma e demonstra uma tremenda falta de respeito por quem escreve!

Haja paciencia!!

Uma sugestão; viva e deixe viver!

E quando quiser comentar qualquer texto que seja, neste ou noutro blog, pense primeiro no que vai fazer... E poupe as pessoas que aqui vêm, de ter de ler estas insanidades!

Cara estranha pessoa esta,

Aplaudo a sua coerencia e postura perante aquele comentário! Só alguem com valores para o fazer, mais ainda ter dispensado o seu tempo para responder de forma inteligente e bem disposta a tantos disparates!

Atenciosamente,

Cat

Adnil!!!!!! disse...

Ora Bem!!!!!

em relação ao post, gostei, amei.... eeu tenho uma admiração natural por esta moça.....

Agora em relação ao 1º comentário, meu deus...
tenho de me rir.....

desculpa meu caro\a eu axo que não estás na tua sanidade mental normal.....
eu até tenho uma solução...posso sempre meter uma cunha no meu trab.....

E outra coisa, porke é ke a lipa te afecta tanto....?
não sabes eu respondo......


100% mais mulher que tu.
100% mais amiga que tu.
100% mais responsavel que tu
100% mais inteligente que tu
100% mais humana que tu.

Chega!? Pois é quem desdanha quer comprar.....


ADORO_TE LIPA.......

Cat disse...

Eu tinha de cá voltar!!!

Agora sem tratar ninguem por você... Isso foi no outro comentario!...

GRANDE ADNIL!!!

100% directa
100% sincera

Sem duvida nenhuma...

Beijinho para as duas!

Cat

Anónimo disse...

Volto ao comentário porque gostaria de não me arrepender da avaliação que anteriormente fiz.

Efectivamente parece-me que é de saudar a capacidade criativa de quem produz os textos e continuo a achar que a publicação das opiniões emitidas, ainda que se apresentem como critica forte do escrito, revela da parte de quem gere o blog inteligência e capacidade de admitir a opinião de terceiros.

Lamentavelmente ao ler a panóplia de comentários que têm vindo a ser publicados sobre o tema, começa a emergir um certo cheiro a peixe de fim de mercado, onde o nível desceu muito aquém do que seria desejável.

Na realidade, a capacidade criativa dos diversos comentários deixa muito a desejar, abandalhando um espaço, que “aparentemente” se apresenta como um meio de debate cultural e estimulador do pensamento das pessoas que gostam de criar algo de novo e não dos tais mundanismos que neste caso, se apresentam envoltos em puro regatismo de vão de escada.

Por último, e a menos que me engane acerca do propósito do autor deste blog, deve ser usado o respectivo filtro de publicação sempre que a opinião resvale para a trica do diz que disse ou o bocejo de baixo nível reflectido em alguns comentários e que em nada contribuem para a boa imagem deste Blog.

Estranha pessoa esta disse...

Eu apenas gosto de sentir.
Eu apenas gosto de escrever.
Eu apenas!

Não quero, nem gosto deste 'bate boca.'
Não sou assim!

:)

Um abraço grande para todos de Carpediem.

Cat disse...

Hoje em especial, por motivos que não são para aqui chamados, tenho de deixar mais um comentário!

De certa forma, foi devido a uma situação da qual soube á pouco, que me fez vir até aqui, dar, de certa forma, a mão á palmatória...

Após ter lido o segundo comentário de um caro anónimo, e sim, devo dizer que concordo que de alguma forma, a fasquia da coerência e chamemos-lhe "bons modos" (hoje n estou em grandes condições de arranjar as palavras certas), desceu um pouco!

No entanto, se tal acabou por acontecer, foi talvez porque alguns dos comentários aqui publicados foram escritos por pessoas que conhecem a blogger, esta, que foi colocada em causa no seu próprio blog! Penso que quem leu aquele comentário e se predispôs a comentá-lo, se sentiu revoltado c ele, logo, a escrita denunciar-se um pouco menos equilibrada!

Eu própria, talvez me tenha excedido! Por isso peço desculpa, mas o meu sentimento em relação ao que foi escrito continua igual!

Atenciosamente,

Cat

Anónimo disse...

ai meu santo antoninho eu que não sou nada destas novas tecnologias... de me meter em coisas parvicas... mas ao ver este comentário foi-me impossivel não deixar a minha opinião... pois a amizade que sinto por esta pessoa é incondicional e sei que não merece tais observações...
fico triste com a maldade do mundo, mas mais triste com quem não recolhece as pessoas mais proximas pelo olhar... sim não é facil!!! pois para recolher as pessoas pelo olhar é preciso perceber que exixtem pessoas transparentes...
esta menina que é a minha baixinha que é o coração moldado em ser humano... SIM tem o dom da palavra e a inveja é FODIDA!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
esta pessoa não precisa que a ajudem a ver as coisas pelo lado positivo, principalmente nos modos demonstrados neste primeiro comentário, pois quem o faz só demonstra que nem sequer sabe o que é viver e as dificuldades da vida... com os anos pode ser que aprenda a crescer.
sim estou a exeder-me mas estou realmente chatiada com isto e sabem porque??
AMIZADE é querer ver o outro feliz nem que seja longe de nós se isso implicar que o coração do AMIGO está bem... é assim que sinto é assim que quero ter amigos... e tu minha baixinhas... és, seras e estas cá dentro não ligues a quem so demonstra não saber o que é ser amado por um amigo... ou melhor não sabe o verdadeiro significado da amizade.
ASSINO, porque tudo o que é importante para mim eu subescrevo-me
Tânia
PS- não sei quem o fez mas pensa antes de o fazeres