sábado, agosto 12, 2006

Pé descalço

[Montejunto, Agosto de 2006]
Uso ténis.
Esteja frio.
Esteja calor.
Esteja vento, chuva, 'carapinha'.

Uso ténis.
Seja estrada.
Seja auto-estrada.
Seja nacional, carreiros, calçada.

Uso ténis.
Seja dia.
Seja noite.
Seja entardecer, anoitecer, amanhecer.

Uso ténis.
Eu uso ténis.

Porquê esta sensação de pé descalço?






5 comentários:

O importante é caminhar, mesmo c sensação de pé descalço. disse...

E é isso mesmo! Sensação. Apenas sensação.

Sao aqueles caminhos mais dificeis de trilhar, mais estreitos, mais desnivelados, estradas de terra, que nos deixam a sensação de caminhar descalços!

Mas quando terminas esse caminho, quando percorres essa estrada e chegas ao destino e te sentas para descansar, que aos poucos sentes que nao passou disso mesmo... Apenas sensação!

O mais importante é o percorrer esse caminho seja ele qual for! Seja ele mais dificil que o anterior.

Só não podes deixar de caminhar! Porque aí talvez não fosse só uma sensação de pé descalço... Estarias estagnada num qualquer universo paralelo sem estradas...

Qual seria a tua necessidade de usar ténis?


Cat

Estranha pessoa esta disse...

Cat,

Agradeço sempre os comentários.
Assim como a leitura das minhas linhas.

Mas, penso que não transmiti o que realmente senti e sinto com estas linhas.
Sobretudo com as entre entre entre linhas.

Ou então, não transmiti coerentemente. Mas, tal como já referi algures por aí... as palavras, sílabas, linhas são assim mesmo.
:)

Um abraço,
Estranha pessoa esta.

Bruno Tavares disse...

Viva,

Tenho andado longe mas voltei...
Trabalho, trabalho e trabalho...

Como não tenho jeitinho nenhum para escrever deixo mais um texto:

Amador sem coisa amada

Resolvi andar na rua
com os olhos postos no chão.
Quem me quiser que me chame
ou que me toque com a mão.

Quando a angústia embaciar
de tédio os olhos vidrados,
olharei para os prédios altos,
para as telhas dos telhados.

Amador sem coisa amada,
aprendiz colegial.
Sou amador da existência,
não chego a profissional.

António Gedeão


Cordialmente,
Bruno Tavares

Estranha pessoa esta disse...

Tavares,

Linhas 'emprestanhadas' de uma escolha sublime e simplesmente genial.

Obrigado. ;)

Um abraço enorme,
Estranha pessoa esta.

adnil!!!!! disse...

Desculpa mas tenho de dizer amei o texto.....
amador sem coisa amada.......

Gostei.....
HEHEHEHEEHEHEHEHHE!!!!

Adnil....