quinta-feira, fevereiro 08, 2007

Desabafo na primeira pessoa


Tenho saudades de mim
De conseguir estar sozinha comigo
De isso não me perturbar os sentidos
De isso não questionar o que sou
Tenho saudades de pensar
Dantes tinha saudades de sentir
E agora que sinto
Já não quero lembrar esse sentir
Nem lembrar
Nem relembrar
Nem o próprio 'nem' do delirar
Não é mágoa
É um estar perdida
É um saber onde é o caminho
A meta
O transporte
Mas, o transporte está cheio
Atulhado
Ou por outra, vazio
Mas, não sou passageira para sequer poder entrar
[Espera na passagem]
Estou lá há demasiado tempo
'
'
'
'
'
Caí

11 comentários:

Giorgia disse...

nananana, nada disso, não caiste nada! Tropeçaste foi só... no embalo da música, vais voltar a ver a meta e depois.. depois é só atravessá-la! :)

beijinhos

as velas ardem ate ao fim disse...

Às vezes é preciso.Estar connosco próprios, para nos entendermos, para ver se gostamos um bocadinho de nós, pensar se é bom estar sozinho, se somos capazes para andar para a frente quando alguns nos empurram para baixo. Fazer balanços....Tenho saudades, sim saudades daquilo que fui mas do que também irei ser.


sabes amiga escrevi isto a 20 de março do ano passado e todos os dias me sinto assim.

bjo do tamanho do mundo.

Carracinha linda! disse...

É um desabafo lindo.

A solidão nem sempre é má. É na solidão que descobrimos para onde queremos ir e com quem queremos estar. É boa também para nos apercebermos da importância que temos e reflectirmos sobre a vida.

Grande beijo!

EMN disse...

Também caí........ não estou a conseguir levantar-me!


emn***

Bela disse...

Como entendo o q desabafas...
Abraço.

Abssinto disse...

Uau, a bailarina azul dessa foto ia adorar ler este teu texto.

...Eu ando nostálgico, sinto ciúmes das crianças e não me apetece falar muito, dou por mim a calar o rádio do carro.

bj

rui disse...

Olá Estranha Pessoa

Caíste!

Levanta-te...devagar.

Toma um novo comboio,
Abraço

arritmico-mano disse...

cái... levanta-te ou adormece para que as horas passem... o tampo limpa tudo... e mais a força que "nele" imponhas...


e há sempre a força da viagem...


(...)


se preciso, faz-te viajente...





o mundo é grande demais para cair sempre no mesmo sitio...



o beijo de um chão mais confortável...

Estranha pessoa esta disse...

Fui obrigada a mudar esta porrinha para a 'Betolândia' alguém me explica porquê que esta coisa não aceita acentos????

Ela disse...

Caiste..e és Fénix....renasces sempre..e a cada momento...
E a cada momento...me anestesio...nas tuas palavras.
Sublimes.


Beijoooo

APC disse...

Aceita, a partir de agora. Os que já cá estavam antes é que que foram alterados (os links dos visitantes, só; porque os que tens na tua lista de blogs amigos, podes alterar, indo ao template).
Um abraço.

PS - Caíste muitíssimo bem vestida, de imagem e de palavras! :-)