segunda-feira, janeiro 28, 2008

Raio X


Há uma certa elegância no andar.
Não falo a nível estético.
Falo no modo como o ser humano se movimenta.
Na força que pisa o chão.
Na maneira de colocar as mãos.
Se olha para o infinito.
Se vai cabisbaixo.
Ou a tender para os lados.
Se aproveita o seu andar.
Se por outra perde tempo em mostrar esse mesmo andar aos demais.
Se pisa a calçada com carácter.
Ou se é indiferente ao asfalto.
Há uma certa elegância no andar.
Como que um raio X.
Não um exame de verdadeiro ou falso.
Mesmo, um raio X.
Um sentir que realmente aquela pessoa tem um 'quê' qualquer.
Existem andares desconformes.
Outros atardoados.
Ainda os há cheio de propósitos.
Tenho para mim que o andar é como a gravura da alma.
... Passos que nos ficam...

6 comentários:

Pedro disse...

Ja sai do elevador...ainda tentei ligar :P

BEIJAOOOO do marido...este fds to por rio maior ...

desculpa mandar mensagem por aki ;)

Brain disse...

O nosso corpo é um espelho de nós.
As atitudes revelações,
E a postura...
Bem...
Essa,
Talvez,
O tanto de nós,
Nos outros.

Um raio X? Talvez...
Um tudo de ti? Definitivamente!

Um Beijo meu.

farfalla disse...

gostei!!

Sombras de Fim do Dia disse...

É nos gestos diários e rotineiros que a alma se despe...

Posso voltar?

ela disse...

Raio X...


sim é isso.



amei o teu texto.

_______________________/


Beijo.

lampâda mervelha disse...

Fez-me lembrar..

"Neste modo airado de caminhar
bamboleando pelas gotas frias de chuva
No meu único sentido, até ti
peço-te...
o que nunca pedi"

- Encharque Nocturno -

http://lampadamervelha.blogspot.com/2006/08/encharque-nocturno.html