quinta-feira, janeiro 17, 2008

Re(nascer) Re(voar) Re(fazer)

Existe sempre uma primeira vez para tudo.
Existem sempre coisas que nunca chegamos a fazer.
Por pensarmos que nos ferem.
Ou que nos transcendem.
Coisas simples que não fazemos.
Porque são simples.
E preferimos o complicado.
Existe sempre uma primeira vez para tudo.
Para quebrarmos as asas.
E voltar a nascer.
Outras asas.
Mais fortes. Novos suportes.
Esperamos uma vida inteira que nos dêm um valor.
Aquele valor.
Aquelas pessoas.
E esquecemo-nos que somos nós.
Nós é que nos temos que dar, a esse mesmo valor.


Temos uma vida inteira para sermos pessoas.
E ocupamos tanto desse tempo apenas a sermos gente.


5 comentários:

Brain disse...

Strange One,

For me,
Every single day,
It's a new beginning!

But... I'm a freak... I know that!
:)

A Kiss from me.

Rodas disse...

Adoro este blog...
Gosto muito das fotos, dos pensamentos, da tua frontalidade e despreocupação fingida para a " Puta da Vida ".
Gosto a sério!

Se já gostava...agora que já sei kem és gosto ainda mais...

Obrigado.

Mr.Blonde disse...

partilho inteiramente com o rodas. As fotas tudo o que aqui está, está por alguma razao!

Gostei bastante deste post. Limpo. Arejado. Como se quer.

Vale sempre a pena tentar!

Bom Ano!

muguet disse...

doi muito libertar de uma vida para nascer novamente...mas é verdade, está cá dentro, dentro de cada um de nós...a escolha... pessoa ou gente.
adorei... :)

Luis Eme disse...

Texto-poema fabuloso.

Muito real, contrariando as tuas "surrealidades" habituais...

Então o remate final, é o resumo das nossas vidas...

Já podes voltar à posição normal, Estranha.

abraço