terça-feira, maio 15, 2007

a decadência filosófica de um corta unhas esquecido.


Amigos, conhecidos e derivados,

Temos a perfeita consciência que o texto que se segue é de uma enorme insanidade mas, vocês já estão habituados a isso… por isso temos para nós, que não vão estranhar muito :P
O que se passou foi o seguinte:
Eu estava aqui no meu canto e houve alguém que não revelo o nome (Magia - http://amagiadaspalavras.blogspot.com/) veio moer-me o juízo (como se eu tivesse algum) na porra do msn, conversa puxa converseta e eis que tudo junto deu estas linhas.
O porquê da publicação?
Queremos uma cunha para o Júlio.
Ouvimos dizer que o Matos se sente muito sozinho.

É um pequeno devaneio este que se instala
Como um varão de cortinado de wc
É só ler as instruções
Não destabilizes este meu ardor...
Preciso de um banho
Preciso lavar o tempo
Desinfectar as horas
Ensaboar os segundos que faltam
Passa me o shampoo para a alma
Da esponja faço o espelho
Do espelho faço as facas
E sou cena de filme premiado
Sou a personagem que não se vê
Os textos que falo não foram escritos
São rolos de cabelo aos cantos
Pedaços de pele que caíram
No branco nu do azulejo azul
E este esquentador que não tem gás
Nem esta banheira tem cortina
Nem este WC tem banheira
Eu?
Não estou aqui
Sou água suja que faço adeus no ralo
E tu estás aqui?
Diz-me adeus se não estiveres!
Tu
Micose que me consomes
Eu
Tormenta que inalo
Toalhas quentes e loção de demência
Perfuma-me este fugir
Penteia este desejo
Ao fundo desta banheira jaz o antiderrapante
Chinelo de impulsos por doer
Unha que me crava os sentidos
Cabelo branco que vejo ao espelho
Sobrolho franzido que se negra
Uma pestana que se queda
….
Olho o relógio:
Fodasse
Já são 9 horas?
Estou atrasada
Cum caralho
Olho novamente as facas
Reluzem ao calor do secador
Cintilam ao vapor que enche estas palavras
Afinal o espelho não se partiu
Fui eu que me parti
Me estilhacei
E me escoei
Por este ralo de pensamentos
Peço que se abra a janela
Não se pode estar aqui
Fui ver...
Já eram 9h10
Fodex
Vou ser despedida
Arrumo a esponja na mala
E guardo as facas no armário
Um ultimo pensamento:
Afinal, acabaste de ganhar mais um dia de vida
Mato-te manhã
Atrás de mim um cheiro a premeditação
Sabonete, shampoo e desodorizante
Fecho a porta
E entre a espuma que fica
E todo o tempo que ganhei naquele instante
Fica apenas uma coisa
...

O vazio
Uma Cagada em três actos

Moral da história:
Antes de tomares banho certifica-te que estás sujo.
De nada vale gastares energias desnecessárias.
O gás está caro e as contas da EPAL estão pela hora da morte!

9 comentários:

Branca disse...

Olha, não consigo comentar nada com esta música de fundo!
Já estou stressada!

Brain disse...

Insanidades sãs,
De duas que se juntaram,
Numa conversa,
De ralo de banheira espiritual,
E inexistente.

E no final...
Soa até a algo "familiar".

Olha, eu gostei!

Beijo para as duas,
Mas, individual,
Um para cada uma.

PS: Só uma nota SUPER NEGATIVA para a música que de facto, é poluição sonora. Mas há quem goste... pelo que ele vende...

Brain disse...

Estranha:
ISSO NÃO SE FAZ!

Então, agora quem me ler, há-de pensar que estou a chamar poluição sonora ao David Fonseca!

Note-se:
O que aqui estava antes, era o Tony Carreira!

amuei...

Miosotis disse...

Nem faço comentários de tanta gargalhada!!!
Fica bem.
Boa semana de insanidades

littledragonblue disse...

Ironicamente e estranhamente estranha...
Icompreensível, rebelde, mas bela.

£oµ¢o Ðe £Î§ßoa disse...

Enfgraçado!!

Repito:
Enfgraçado!!

Sublinho o f:
Enfgraçado!!

Francieli Rebelatto disse...

Hummmm...muito mais do que uma simples moral, quem sabe várias... mais são apenas devaneios loucos não é mesmo, vamos então acreditar que sim!!!

beijos e cuide-se!!! e continuem sempre devaneando, desde compartilhem com a gente que tb aprecia e se julga tão louco quanto!!!

SAUDOSISTA_do_FUTURO disse...

surreais e hilariantes maluqueiras.

(...)



mas a insanidade trás os ventos novos. e que venham mais desses ventos; desses vasos da terra INfértil. dentro.




que o vento role para dentro

Estranha pessoa esta disse...

Brain:

O Tony Carreiras esteve no Pernas??

É lá, malta vip no meu estaminé e eu nao dei por nada eehehhe