quinta-feira, setembro 21, 2006

Desalinhamento

[Serra de Montejunto, Agosto de 2006, FF]


Existem pessoas que têm a mania de quando andam assim desalinhadas, pegam na bíblia e lêem uma qualquer página.
Assim.
Ao calhas.

Eu tenho a minha 'bíblia'.
Empoeirada.
Um pequeno livro de linhas de Pessoa... o grande Fernando.

Hoje.
Hoje ando desalinhada.
Muito.
E porque o hoje é assim a puxar para o ontem e depois.
E para o amanhã e o anteontem.

Abri.

E calhou isto:

"Matar o sonho é matarmo-nos.
É mutilar a nossa alma.
O sonho é o que temos de realmente nosso,
de impenetravelmente e inexpugnavelmente nosso."
Fechei.
P.S.: A imagem? É este meu desalinhamento. Mesmo. Isso.

24 comentários:

Eli disse...

Eu fiz isso com a Bíblia, outrora... por acaso tenho que lá voltar! Também faço isso com livros de poesia.
Mas, o mais importante que te queria dizer era para não deixares morrer os sonhos em que verdadeiramente acreditas.

:)

Secreta disse...

É verdade , o Sonho é a única coisa que pertence apenas a nós , somos nós quem "mandamos" , sempre!
Por isso , não podemos nunca deixar de sonhar
Beijito .

.*.Magia.*. disse...

Oláaaaaa!!!!!!

Vim juntar-me ao teu deslinhamento.
Mas sabes? O desalinhamento é bom...eu gosto, a seguir a uma "crise" de desalinhamento vem logo uma febre de alinhavar...ehehe
Quanto ás pequenas grandes palavras de Pessoa...o grande Fernando...Pois, nunca deixes de sonhar, só assim conseguirás encontrar estes momentos tão teus que apenas tu e só tu compreendes...este é o sinal de que não perdeste a capacidade de sonhar ;)

Viciada? Moi? Nãaaaa não me parece...apenas venho aqui umas vezes, algumas vezes, Pois...MUITAS...ou melhor...venho aqui bastantes vezes ler os teus devaneios que adoro!!!!

Beijos deslinhados com uma pequena dose de magia...

little_blue_sheep disse...

...eu tb ando desalinhado...a minha "bíblia" são os livros que leio....

su disse...

"Viver uma vida desapaixonada e culta, ao relento das ideias, sonhando, e pensando em escrever, uma vida suficientemente lenta para estar sempre à beira do tédio, bastante meditada para nunca se encontrar nele. Viver essa vida longe das emoções e dos pensamentos, só no pensamento das emoções e na emoção dos pensamentos. Estagnar ao sol, douradamente, como um lago obscuro rodeado de flores. Te, na sombra, aquela fidalguia da individualidade que consiste em não insistir para nada com a vida. Ser no volteio dos mundos como uma poeira de flores, que um vento incógnito ergue pelo ar da tarde, e o torpor do anoitecer deixa baixar no lugar de acaso, indistinta entre coisas maiores. Ser isto com um conhecimento seguro, nem alegre nem triste, reconhecido ao sol do seu brilho e às estrelas do seu afastamento. Não ser mais, não ter mais, não querer mais... A música do faminto, a canção do cego, a relíquia do viandante incógnit, as passadas no deserto do camelo vazio sem destino...

...no desalinho triste das minhas emoções confusas..."

in Livro do Desassossego,
Fernando Pessoa

xxx

É a pequena grande "Bíblia" de muitos!...

Um abraço com sabor a "ponto de equilíbrio"!

Ivo disse...

Pois.... Confesso que quando li «desalinhamento», lembrei-me das recentes sessões de Reiki que realizei, em que me foi transmitido que «Eu estava desalinhado»!! lolol (isto é uma piada... ok! Paço À frente)!!

O grande Fernando, é em todos os aspectos, superior a qualquer bíblia!! Sem dúvida!! E o sonho... esse comanda a vida!! (onde já ouvi isto?)!!

Ant disse...

Obrigado pela passagem e pelo comentário. Acho que se está a ter dificuldade em discernir a diferença entre sonho e ilusão.
Dei uma voltinha por aí... Bem, eu que sou um teso, quando vou, vou ao Norte porque estadia tenho sempre hehehe. Porto, Entre-os-Rios. Há por lá um post antigo com imagens.
Se ainda não foste fica a sugestão.

Ana disse...

Pá... que lindo!!!!!!

Ana Prado disse...

É aprimeira vez que por aqui passo, fiquei presa a um comentário que deixaste num outro blog, que me fez lembrar o meu (nosso) poeta pesoa. Decidi vir até cá. Ainda bem.

Um abraço de desassossego.

Teresa Durães disse...

Costumo parar pensar escrever quando ando desalinhada. Às vezes vejo um filme terno porque me faz acalmar.

FP não. Gosto da sua poesia mas prefiro outro tipo de linha de pensamento para o meu desalinhamento :)

Bíblia nunca :)

Boa tarde

RIR E COMER BOLACHAS disse...

Deixo aqui... algo pa recordades, nunca deixes morrer os teus sonhos.



adnil!!

vida de vidro disse...

Estranhos são os dias em que estou completamente alinhada! :)
Mas também tenho esse hábito de abrir um livro ao acaso quando o desalinhamento exagera. **

Armando disse...

Não resisti à curiosidade de abrir a minha e... "ao calhas" calhou-me isto: «Se obedeceres à voz do Senhor, teu Deus, observando os seus mandamentos, que hoje te prescrevo, o Senhor, teu Deus, elevar-te-á acima de todos os povos da terra»

Deuteronómio 28.1

Tit disse...

Venho desejar-te um dia alinhadinho para amanhã - daqueles de que precisamos para acordar os sonhos, os projectos, os risos...
Boa 6ª feira e... bom fim de semana que vem logo a seguir.

Tit disse...

[um dia alinhadinho... mas não demasiado arrumadinho... para não cansar ;)]

intruso disse...

a felicidade é aqui e agora...

a felicidade é o sonho...

a felicidade tb é o desalinhamento...

:)

.*.Magia.*. disse...

Olá Estranha Pessoa
(agora estou aqui a pensar, será que o teu nick tem algo a ver com o Pessoa...o Fernando?????)
Hummm somando 1+2 parece-me que sim...

Olha lá...aquilo são horas de me perguntar para onde fui?

E quanto á minha linha férrea, não é uma seca...ás vezes passam por lá comboios, tu é que não vês!

Ai ai ai...andas-me a dessassossegar com o teu desalinhamento...ou descarrilamento, ou lá o que isso é!

Louco de Lisboa disse...

Que coisa... para onde quer que olhe vejo o alinhamento das letras a formarem a palavra LINHA, LINHA, LINHA, LINHA, até aqui... desaLINHAmento!!!

Já nem se pode morrer em paz.
Simplesmente, MORRER...

Kiss pour toi, até outro instante

(a loucura não morre assim tão fácilmente, nem a deseja, foi tão somente um INSTANTE)

PS: Gosto da tua biblia!

"Pouco me importa.
Pouco me importa o quê?
Não sei, pouco me importa!!"

Alberto Caeiro

Isabel disse...

Eu adoro o desalinhamento... do desalinhamento vem as ideias...
O desalinhamento é o estar fora da linha... eu estou ... sempre estive... nem sei o que é estar alinhada... em nada!!!!!!!!!!!!!
Eu como boa desalinhada que sou, não tenho biblia... tenho várias e estou sempre pronta a acrescentar mais...
Gosto muito de Fernando Pessoa mas como a Teresa o meu desalinho toma outros sentidos...
No fundo que fazemos nós aqui se não trocar de Biblias... ou pelo menos ouvir as Biblias dos outros...

Beijinhos,

Isabel

Estranha pessoa esta disse...

Ando, andarei demasiadamente desalinhada para 'responder' alinhadamente aos comments.
Respondo com um post :)

Gosto tanto de vos ter por cá, aqui, ali...
Gosto mesmo deste aconchego... ou como queiram chamar.

Um abraço muito grande (desalinhado é certo) para todos *********

amazing disse...

Perdoa-me, mas a imagem não está desalinhada.
Há que saber vê-la, apenas no seu ângulo correcto.

Estranha pessoa esta disse...

Alguém que falou da imagem....
....
:) :) :)

Ângulo correcto....
Sim.

********

BIGMAC disse...

Vim das trevas
Vim do céu
Falei com Pessoa
E parti para Goa
Senti a tua falta na India
Senti a tua falta no acampamento
Não tinha estacas que chegassem
Pensei que tu as tinhas
Mas as estacas não chegaram
Desilusão
Ilusão
Pensei que me amavas
Não sei se pela grande estaca que tenho
Ou se pelos minetes que desenho
Mas
Decepcionaste-me
E nunca me amaste

Estrofe 2 (a do desdenho mas quero comprar)

Nesta estrofe ofereço um euro

Uma voz se ergue e diz 2 minetes

Outra voz se altoa e diz "eu quero"
Era a tua irmã, respondi: "sou fiel"

Depois de mais 25 linhas de versos que me ofereçeste junto às mentiras que me contaste e conversas de casamento começo a indignar-me por























teres





















ocupado











algum




espaço no meu


















precioso blog e do meu coração







sem teres pago direitos ou sequer o parque de estacionamento.




Volta sempre mas paga isso


Amo-te loucamente, volta para mim


Deixa esse gajo, respeita as nossas adorações e que o meu pau é maior que dele, diz-lhe isso, ele compreende






Não quero continuar se não lhe disseres.

Assinado,

O teu amor para o sempre, de pau baixo enquanto não lhe disseres

BIGMAC disse...

Existem algumas incorrecções no texto descrito no respectivo comentário em cima indicado, pelo facto de incidir no mesmo, algumas revelações de teor religioso, solicito-lhe meu amor que nunca exponha este seu amor exacerbado, ampliado ou mesmo exagerado pelo tamanho que o meu sexo lhe provoca no desejo expresso de o adquirir pelos ultimos 5 mails que recebi. O meu sexo não se vende, conquista-se. Se o quiser ganhar pode concorrer à 15ª Maratona da ponte 25 de Abril com um croquete na boca e uma T-shirt onde debaixo do seu numero de Corrida deverá estar incluida a Frase: "BIGMAC ÉS O HOMEM DA MINHA VIDA", sem qualquer outro motivo publicitário circundante, só permitido no frontal.

Obrigado pelos 2 comentários, e não divulgue isto senão as gajas começam a atravessar as pontes sem travões de disco.

Com algum amorzinho