terça-feira, setembro 26, 2006

Estações e apeadeiros.


Eu não preciso que me entendam!
Nem tão pouco que me compreendam.
Apenas que me aceitem.
Só isso.
Isto não é hipótese nem tese.
Nem precisa de ser demonstrado por redução ao absurdo.
[Linha do Comboio gentilmente cedida (ou 'emprestanhada') pela Magia]
Levantei-me por instantes da linha para vos perguntar:
Qual é o vosso apeadeiro???

62 comentários:

.*.Magia.*. disse...

Eu sabia que a minha linha fica bem aquiiiiiii

Eu sabia!!!!!!!!

Fico deitadinha ali, ao teu lado... e em coro dizemos as tuas palavras...não vai haver comboio que se atreva a passar-nos por cima ;)

Lindo, lindo lindo!

Bela disse...

Aceito as palavras que aqui te leio.N tenho de te compreender. :)

Miudaaa disse...

Eu aceito... e aceito porque respeito... é um QUERER teu... merece-lo hoje e sempre.
1 beijo da miudaaa

Louco de Lisboa disse...

Meninas, comportem-se...
Agora já são duas na linha, assim não, se a moda pega deixa de haver desalinhadas e o mundo deixa de fazer sentido...

Inté outra linha

Ivo disse...

Pox... Mai Nada!! Cada qual é como é!! Não tem que mudar!!:))


Beijoka!! E.... a «linha» Não é bom local pa dar um soninho!! :))

Tiago disse...

nao te entendo, nem te comprendo, nem o terei de fazer, mas aceito o que podes ser ou nao. Aceito pq sou estação, tudo passa por mim e se despede ou encontra-se, mesmo que seja breve, uns ficam e permanecem outros simplesmente desapareçem.

bjs
Tiago

.*.Magia.*. disse...

Passei pela casa do Louco de Lisboa...e encontrei-te lá!
Olha lá, que andas tu a fazer atrás de mim????
Posso saber?
Que deslinhamento é este???
Àquela hora atreves-te a dizer que eu te chateio...

Bahhh, a mim parece-me que a "estranha" és tu, pelo menos é o que tu dizes...
Até existe um provérbio que diz: "Proibida a entrada a pessoas estranhas ao serviço" tenho a certeza que se inspiraram em ti ;)

Olha que a tua música é linda...tasse muito bem aqui, a trabalhar para o bronze, em plena linha de comboios enferrujada... na companhia das tuas letras...
É vicio...sinto-me completamente agarrada e não resisto a comentar-te...és demasiadamente cúmplice da minha insanidade !

Acho que me vou curar!

daniel sant'iago disse...

Pois não!
É sintese, não é?

daniel sant'iago

Ant disse...

Que raio... mas as miúdas andam com fantasias? Já são 2 na linha. Não saltes daí não...
Bjos

pensamentos_vagabundos disse...

:)LINDO SERES ASSIM...
BEIJO VAGABUNDO

su disse...

É simplesmente o que tem de ser sem mais alguma hipótese do contrário...e porque não?! É assim que marcamos a diferença na unidade de sermos todos iguais...

E afinal o que é isso do absurdo?!

Um beijo desalinhado e "Fora de Cena" que ão a da vizinha aí de cima, essa das artes mágicas! : )

EMN disse...

Cada um com a sua individualidade e direito de ser genuíno.

emn***

Pierrot disse...

Olá.
Que blog giro este o teu.
Tão temático, tão interventivo, tão directo e que fotos tão originais a acompanhar estes post's.
Ainda bem que passaste pelo meu cantinho a cmonetares opis assim permitiu-me conhecer-te um pouco melhor.
Como eu te compreendo sem precisares de me pedires que te entenda.
Tanto a foto como o texto são arrepiantes se bem que por motivos um pouco diferentes.
Gostei de te ver e voltarei por certo, para descansar aqui um pouco neste teu mundo.
Bjos daqui
Eugénio

Maria P. disse...

A Casa de Maio é pequena, mas aceita todos:)

Hoje não me importava de estar nessa linha!Posso?



P.s. Ribeira d'Ilhas é uma praia que fica perto da Ericeira.

Estranha pessoa esta disse...

Magia,
hehehe
Eu adoro esta tua linha. :)
Mesmo!
Obrigado pela companhia!

E ouve lá agora também há horas para isso?? ehhe És uma chata do caraças urghhhhhh :P
E isso do proibido de pessoas estranhas ao serviço LOL
Esta miuda mata-me de desassossego :P

Olha e não te cures!
Depois quem me faz companhia na linha insana? ;)
Um abraço de vício desalinhado para ti **


Bela,
Gostei dos teus retalhos **


Miuda,
Gostei muito de referires o respeito.
Sim!
:)
Um abraço grande ****


Louco,
ehhe
A moda não pega.
Anda tudo demasiado alinhado para isso :P
Não corremos esse risco!
Digo eu!
E deixa-te de coisas que eu sei que de x a x também trabalhas para o bronze na linha enferrujada ;)
Sempre bom ter-te aqui.
Um abraço de instante!**


Ivo,
A malta não está na linha para o soninho.
É demasiada desassossegada e desalinhada para isso.
Só descansarmos a vista :P
Um abraço grande para ti dono da toca.


Tiago,
:(
Desaparecem.......
E tu? Desapareces?


Daniel,
hmmmmmmmmmmm
:P
Isso agora...


Ant,
Tal como a Magia refere... "não vai haver comboio que se atreva a passar-nos por cima ;)"
:)

Vagabundo,
Será?

Su,
"E afinal o que é isso do absurdo?!"
Será isso mesmo: Estar fora de cena????
Um abraço de absurdo para a teia**

Emn,
Ás vezes sinto que esse direito está ausente.
***

Pierrot,
Não sei se é muito bom para a tua sanidade mental voltar.
Mas, agradeço sempre estas visitas tão aconchegantes.
Um abraço grande ***

Casa de Maio,
Está à vontadinha eheh
Penso que a dona mágica da linha não se importa.
:) :)
Ahhh e eu que costumo ir tantas vezes espairecer o desassossego para esses 'mares' e nunca dei com isso :(
***

sem-comentarios disse...

Posso não te entender, mas claro que te compreendo.
E pq não deveria de te aceitar ?:)
Nada é absurdo o que leio e vejo aqui :)

Putz...já reparei que tb gostas do Ben Harper :))

Bj**

Tiago disse...

posso te dizer que gostei de mais deste lugar, para desaparecer pelos menos daqui :)

bjs
Tiago

arritmico-mano disse...

e "só" pela convicção, o comboio, ao passar, acordou-a do sonho e devolveu-lhe a esperança...

Francieli Rebelatto disse...

Serás sempre muito bem aceita, tuas palavras, tuas ações, és digna de minha presença ao teu lado nesses trilhos...

Beijos

.*.Magia.*. disse...

Vim sorver mais musica para depois ir ali --------------->
aproveito par deixar mais um provérbio, desta vez fica incompleto, é para completares:
"E se uma pessoa estranha de repente te oferecer uma linha do comboio, isso é..."

Tenho que ir, vou apanhar o autocarro ;)

vinte e dois disse...

Tenho pena de não ver a linha porque ela não me aparece (tento logo. Sabes, eu penso que tens aqui muitas pessoas que te aceitam como tu és e que demonstram para contigo palavras de amizade. Temos que nos aceitar uns aos outros como somos. Bjs :)

as velas ardem ate ao fim disse...

Deixa me ir para a linha...nºao tenho espaço...tb a mim não me aceitam....

Eu nao te quero compreender e aceitar minha desalinhada tu sabes que sim que aceito o desalinho!

Bjocas

su disse...

Estar fora de contexto? Não querer ser do contexto? Apesar de estar no contexto e prolongar o mesmo?!

Que perguntas absurdas. É o que dá doses seguidas de insónias!

:/

Estranha pessoa esta disse...

[Pequeno aparte: SU já tentei várias vezes deixar um palavreado na tua teia e aquela coisa não dá nada... vê lá isso... tb estou com insónias e sempre eramos duas a partilhar as ditas insónias :P ]

Estranha pessoa esta disse...

Meus desalinhados venho aqui puramente no desassossego de vos dizer que são estas horas caóticas e estou com esta insónia de m****.

Foi um desabafo.
Como é tudo.

Até já.
...

Louco de Lisboa disse...

Pois... e agora deves estar a olhar para dentro ;)

De onde viram essas insónias...?
Sabes que tudo tem uma causa, penso eu de que...

Até outro instante!

mulher rochedo disse...

ola bom dia
passa no meu blog e participa no debate
bjos

Tiago disse...

com insonias? estranho desassossego esse, numa pessoa estranha. mas se retirar-mos o estranho ficaria muito melhor.... penso eu.

bjs
Tiago

Maçã de Junho disse...

Eu, que entro com passadas lampeiras de quem não quer a coisa, leio as palavras de outros e acho-as extraordinárias. Não posso deixar de referir a expressão "redução ao absurdo" que não me comprometo a não roubar descaradamente!

És sempre bem vinda!
Maçã de Junho

Thinker disse...

arrepiante esta escrita desnuda da alma que se alimenta do desassossego dos carris:)

Gostei do teu blog! Voltarei em breve :)

.*.Magia.*. disse...

E se...

Ant disse...

Ai não? Quando menos esperares tens, não 1 carruagem, mas um comboio inteiro a passar-te por cima heheheh ;)).

PS: Vem do interior...

Teresa Durães disse...

esse só é pedir muito, pelo menos na minha experiência (10 anos à tua frente)

.*.Magia.*. disse...

Olha lá minha estranha pessoa...andas a tomar demasiadas doses de magia...queres-me roubar o lugar, ou isso é mesmo um "ganda" vicio??????
Começo a achar que estás mesmo tão agarrada quanto eu ;)

Fica aqui mais uma dose!!!! Mas vê-lá, não abuses!

Estranha pessoa esta disse...

Sem comentários,
Será?

Um abraço para ti ao som do Ben ;)


Tiago e Francieli,
Obrigado. Gosto da vossa companhia ***


Tiago Dias,
Talvez.
Mas, por vezes não é esse o propósito.
Um abraço grande **


Magia,
E se uma pessoa estranha de repente te oferecer uma linha do comboio, isso é...devaneio?

(Essa tua seta :P eheh)


22:
A linha vai permanecer sempre aqui.
:)
Faz falta! :)
Um abraço grande **


Velas,
Estica-te á vontade :)
***

Su,
.......
....
......
(não acho isso nada absurdo)


Maça de Junho,
Não roubes.
Eu dou.
:)
***

Thinker,
Já fui visitar-te.
Entra em mim as tuas linhas.
Um abraço grande **


Magia,
Lá vem esta outra x com o "E se.." eheh Andas numa de campanha???
Esta miuda em todos os quintais está com esta do "E se..."
Que desassossego :P
***

Ant,
Um dia destes calha hehehe :P

Teresa,
Nunca o senti como pouco :)
Um abraço grande ***

Magia,
É mesmo um grande vício.
E agora vou para ali tomar uma dose de "E se..." ;)
Um abraço de cumplice de vício para ti **

.*.Magia.*. disse...

Eu páro em todas a as estações e apeadeiros, se queres saber...
Mas prefiro os apeadeiros grátis, daqueles que andamos a fugir ao pica e temos que descer, senão ele apanha-nos!!!! ;)

Gosto especialmente de me apear no apeadeiro da rebeldia...Quanto a estações, sinceramente prefiro a Primavera !

Ah...e compreendo que te tivesses levantado para que tomar uma banhoca, aquela linha estava imunda...!

Prontosssss....agora vou !!!! Já matei o vicio ;)

as velas ardem ate ao fim disse...

Pois eu não paro enem em estações nem apeadeiros...o cansaço move me...quero viver até mais não.

mcorreia disse...

não leves a mal,é entendam, compreendam

weg disse...

Apóas a correcção feita acima, que se impunha... eu vivo num rio, ele corre, eu não paro.

:)

Estranha pessoa esta disse...

Não levo nada a mal! E agradeço :) Obrigado!

Tiago disse...

Esta linha pára em apeadeiros???

se parar um bilhete para o apeadeiro para o da felicidade..

bjs
Tiago

Ana Prado disse...

Eh pah... tens cá com cada ideia...:)

Teresa David disse...

O meu apeadeiro será sempre junto da paz, e tb da solidão deliberada ou da companhia amada.
Bjs
TD

Klatuu o embuçado disse...

Psiiiuuu... está uma mulherzinha a tentar ter sexo anal com o caminho-de-ferro... :)

su disse...

...agradeço a companhia na ditas horas de insónias...que isto vai bem mal! Olha só para estas horas?! Melhor, nem olhes!
A Teia não está enovelada... se calhar estava a "estranhar" as palavras que lá querias deixar!! ; ) Mas volta lá a experimentar...ela promete que não morde, não pica e não prende contra vontade!!

xxx

Ora eu se descer em algum lado já não volto a apanhar o comboio. Sou mais do género Alfas, que é sempre a andar...que isto da Vida, já dizia o Abrunhosa, são dois dias: um para dormir e outro para acordar (penso eu que era algo assim..olha, este não me parece que sofresse de insónias, não achas?!)

Por isso, deixo-te o peso da mala das minhas palavras,para ficar bem guardado no local onde se guarda, até chegar ao seu destino...se chegar...ou querendo chegar...:

Eu sou a passageira
Da perfeição do vazio.
Trago nas malas
Peso demorado,
Cansado de existir
Entre as estações do ser e não ser;
Onde os horários que se cumprem
Demoram-se, inutilmente, em ecos pretéritos
E abandonam-me nos carris desfeitos
De uma mente distorcida
Pela passagem de nível
Sem guarda.
Porque o guarda que era eu
Entendeu
Que era a hora de partir
E nunca de chegar.

Beijos insoneados aqui da Teia!!! :p

Secreta disse...

Precisamos apenas que nos aceitem! Parece tão fácil , não é ? Porque será que o ser humano tende sempre a complicar ?! ...
Beijito.

su disse...

E já agora...como é que acabarias uma coisa inacabda ali na Teia? Vai lá testar de novo a ver se agora já podes deixar o "palavreado"! : )

Pouco sono e já bom dia! stás a ver?!

;)

Ivo disse...

É pah.... com essa é k me F'lixaste!!


lol

O meu apeadeiro é mesmo... no canto do meu quarto!! Onde nada e tudo passa!!

Bom Fim de Semana!! :)

Dani disse...

Não sei ao certo, mas é aquele ali, ao pé do mar!

António Rosa disse...

Estás convidada para uma fatia de bebinca, uma deliciosa sobremesa indiana.

Beijos.

amazing disse...

Um dos meus apeadeiros é este blog.
Get it?

Achas que não és compreendida?
Repara no número de comentários que aqui tens. Achas que açguém se dava ao trabalho se não te compreendesse.

Sê tu mesma, assim, e não te julgues diferente.
Eu também acho que sou muito diferente do "normal".
Mas como me dizem, o que é o "normal"?
E eu sou assim e acabou.
Cada um é igual a si próprio e isso é que tem piada.

.*.Magia.*. disse...

Axisto muito estranho!!!!

Parece que sumiste...será que estás a fazer uma cura deste vicio?

Vou ficar aqui a olhar para ti, até que me digas alguma coisa!!!!

E se...não me disseres nada, eu venho aqui outra vez, e mais outra, e mais outra...
Será que adormeceste na linha????
Será que já arranjaste um pariso para ires de férias????
Será que te saiu o totoloto e bazaste da blogosfera????

Volta, volta que estás aperdoada, ...estranha pessoa esta...! Ufa!

.*.Magia.*. disse...

Eu não quis dizer "pariso", mas sim paraíso...ok!

Vá...agora lembrei-me: Srá preguiça????

Bom, se for isso deixa-te estar...eu também sou preguiçosa e adoro ser preguiçosa, e detesto que me chamem quando estou a preguiçar ...

.*.Magia.*. disse...

Isto está dificil... eu não quis dizer "Srá"...queria dizer Será...ok?

Agora me lembrei, será que...

naoseiquenome usar disse...

A linha, os carris, a vida, a morte, o sono, a fronteira por delinear...
A isto chama-se viver. Se calhar até é simples a construção, mas às vezes ficamos tão cansados, não é???

Gostei de parar neste apeadeiro (é um eufemismo, claro, já que isto é uma estação!)

Beijo.

Armando disse...

O meu apeadeiro será aquele onde encontre a pessoa certa, aquela que saberá dialogar no futuro,na velhice, onde o sexo acaba e a inteligencia e o bom senso iniciam!

O Sibarita disse...

Hummm cheguei aqui né? Tá bom! Em português do Brasil não existe essa palavra "Apeadeiro" que não sei o que significa, mas, pelo que li ai no blogue vou responder o seguinte: O meu é a vida, o limiar...

abraços,
O Sibarita

aqui-há-gato disse...

Não preciso que te levantes da linha / Apenas preciso que me chames e que me deixes deitar-me a teu lado.
Achas possível?

Maria P. disse...

O meu apeadeiro?...deve estar no fim da linha, ainda não o conheço.

vida de vidro disse...

No fim da linha, né? Não sei ainda quando ou onde. Mas desta estação aqui, gostei. **

cuscas disse...

Lindas palavras :)

esses teus conceitos, são sempre o máximo !

bj*

Tjusto (isto ha coisas, hein) disse...

O meu apiadeiro ainda não o encontrei, e espero não o encontrar tão cedo, porque significava que estagnei..... Assim tento sempre construir novas linhas no meu horizonte